Empresa do segmento de limpeza e terceirização expande e contrata em meio a crise

A pandemia trouxe muita incerteza aos empreendedores que tiveram que interromper suas atividades. Mas, ao contrário de outros segmentos, o setor de limpeza sentiu impactos positivos no negócio.

O empresário Gilmar Ferreira da Silva, proprietário de uma empresa especializada em limpeza e terceirização, em meio à crise, conseguiu com muito esforço e jogo de cintura se manter com seu negócio sem demitir nenhum funcionário, fez contratações e ainda irá inaugurar mais uma loja.

Dhoje Interior

O empreendimento de Gilmar está presente em mais de 12 cidades espalhadas no Estado de São Paulo. São mais de 1.500 funcionários atuando nos segmentos de limpeza predial e terceirização da mão de obra.

“Consegui por quatro meses ter êxito em meio à crise e não demitir nenhum funcionário,” afirma. Segundo Gilmar, ele vem atuando há 20 anos no mercado baseado em cima de um bom trabalho.

E desde início da pandemia foram contratados ao todo cerca de 170 pessoas para este tipo de serviço. Em Rio Preto, onde irá inaugurar mais uma loja na próxima semana, a empresa atende organizações como diversas Secretarias da Prefeitura Municipal, FAMERP – Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto e EMPRO Tecnologia e Informação.

Um dos papéis dos empreendedores nesta crise é o de ajudar seus clientes na medida do possível. O empresário ainda ressalta que após a pandemia quando tudo voltar ao normal à intenção é contratar mais funcionários e com isso também colaborar na geração de empregos, pois diretamente e indiretamente o segmento ajuda muitas pessoas.

De acordo com o SEBRAE, os meses de março e abril foram o período no qual a economia brasileira foi mais afetada pela pandemia. Houve uma redução de 4,2% no faturamento real das micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas na comparação de março com fevereiro. 

Janaína PEREIRA – Redação Jornal Dhoje Interior