Em Rio Preto, Tarcísio diz que Bolsonaro é fundamental para sua vitória e que ignora as pesquisas manipuladas

Tarcísio Freitas durante coletiva: "Acredito que a gente vai caminhar para a mesma polarização acontece em nível federal”, diz sobre cenário para o governo do Estado. (Foto: Vitor Altino)

Candidato a governador de São Paulo, o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) participou no fim da tarde desta segunda-feira, 4, de encontro com empresários da região de Rio Preto. Tarcísio, candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), chegou ao evento, no prédio do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), ao lado do pré-candidato a deputado estadual Danilo Campetti (Republicanos).

Logo na chegada Tarcísio concedeu coletiva de imprensa e foi abordado em vários temas. O ex-ministro depositou sua eventual vitória nas eleições deste ano ao apoio do presidente Bolsonaro, dizendo inclusive que no Estado deve ser repetida a polarização que acontece em nível federal, entre Bolsonaro e o ex-presidente Lula (PT).

“Importância total. Bolsonaro é muito querido no estado de São Paulo, é forte no interior e sou seu pré-candidato. É uma alavanca importante, apoio de peso. Acredito que a gente vai caminhar para a mesma polarização que acontece em nível federal”, declarou.

Sobre recentes pesquisas, em especial a Datafolha divulgada na última quinta-feira, 30, pelo jornal “Folha de S.Paulo” que traz o pré-candidato do PT, Fernando Haddad, liderando a disputa com 28% das intenções de voto, seguido por Márcio França com 16%, Tarcísio Freitas 12% e Rodrigo Garcia com 10%, o ex-ministro diz não acreditar em pesquisas manipuladas.

“A gente está indo muito bem, a gente vai continuar caminhando com humildade, a passos firmes, estamos construindo uma campanha leve, bonita e conquistando os paulistas”, declarou. “Acredito nas sérias (pesquisas) e não nas manipuladas”, afirmou ele.

Sobre a possível saída do candidato Márcio França (PSB) da disputa – ele vem sendo pressionado pelo PT a concorrer ao Senado – Tarcísio acredita que os votos serão pulverizados. “Acho que é indiferente. Acho que os votos dele são distribuídos quase que equitativamente entre o Haddad, Rodrigo e eu”, referindo-se ao governador Rodrigo Garcia, do PSDB, pouco atrás deles nas pesquisas recém divulgadas.

Ninho tucano

O pré-candidato não amenizou nas críticas ao atual governador Rodrigo Garcia, nascido em Tanabi, mas com forte ligação na região de Rio Preto. Tarcísio afirmou que não cabe mais espaço para espécie de currais eleitorais como se via no passado, e quando questionado que visitava a “cidade do Rodrigo”, o ex-ministro retrucou.

“A cidade não é dele, é nossa. Cidade importante que a gente sempre foi acolhido com muito carinho”, disse.

Sobre os apoios dos prefeitos da região de Rio Preto a campanha do atual governador, há anos dependentes da máquina do Estado em sucessivos governos do PSDB, Tarcísio mais uma vez contemporizou. Afirmou que com argumentos vai mostrar sua capacidade de conquistar as pessoas. “Prefeito quando vê que as pessoas estão com determinado candidato, não vou insistir, mais fácil o prefeito virar o voto”, adiantou.

Desde o último sábado, 2, passou a vigorar uma série de restrições eleitorais em que candidatos devem seguir como, por exemplo, a proibição de inaugurações públicas e liberação de recursos por meio de eventos.

O governador e pré-candidato Rodrigo Garcia vem sendo criticado por ter utilizado a estrutura do governo estadual para uma série de inaugurações e anúncio de repasses que chegaram ao montante de R$ 3,5 bilhões, sempre ao lado de deputados aliados.

Rodrigo lançou, por exemplo, o Governo na Área, no qual liberou bilhões de reais para prefeituras das 22 regiões administrativas do Estado.

Tarcísio voltou a criticar o governador, afirmando que é evidente que estão usando a máquina “com vontade”. “Mas já foi o tempo que isso fazia a diferença. O povo não é mais besta. A quantidade de propaganda que está sendo feita, de mídia, dinheiro despejado e mal gasto. Está virando caminhonete, trator que depois não tem ninguém para dirigir. Estão usando a máquina com força, mas isso não engana ninguém”, disse.

Bolsonaro em Rio Preto

Segundo Tarcísio, o presidente Bolsonaro estará em Rio Preto durante a campanha. “Com certeza, vai estar muito presente na nossa campanha. Represento ele, sou seu palanque aqui no maior colégio eleitoral do Brasil. Podem esperar um Bolsonaro muito presente”.

Recado ao empresariado

Durante sua fala aos mais de 150 empresários e participantes do encontro, o ex-ministro bateu na tecla da geração de empregos para a região. “Vamos investir muito no emprego. É uma região que tem um potencial para o agronegócio e que tem que ser liberta da asfixia do alto imposto. Redução de tributos, capacitação profissional e a desburocratização para fazer uma economia andando com velocidade”, afirmou.

Participaram do encontro o deputado federal e médico Eleuses Paiva (PSD) que integra a equipe e está contribuindo com o plano de governo de Tarcísio na área da Saúde, o presidente da Câmara de Rio Preto Pedro Roberto Gomes (Patriota), que não escondeu a possibilidade de apoio a Tarcísio, Coronel Helena (Republicanos), além dos vereadores Robson Ricci (Republicanos) e Bruno Moura (PSDB).

Raphael Ferrari – Dhoje Interior

Confira algumas imagens da presença do ex-ministro Tarcísio Freitas em Rio Preto:

 

Vídeo da chegada de Tarcísio ao prédio do Ciesp de Rio Preto: