Edinho decreta Lei Seca com objetivo de reduzir aglomerações

Venda das bebidas alcoólicas geladas será proibida aos finais de semanas e restrita nos dias uteis Foto: Claudio LAHOS

A Prefeitura de Rio Preto definiu nesta quarta-feira (15) tomar atitudes mais radicais para combate às aglomerações que continuam acontecendo em diversos pontos da cidade, em especial aos finais de semana. O objetivo da medida é tentar reduzir a elevada taxa de contágio da Covid-19 registada nos últimos dias na cidade.

O novo decreto que será publicado nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial (Jornal DHoje) determina que até o dia 30 de julho, fica proibida a venda de bebidas alcoólicas em todos os estabelecimentos comerciais de Rio Preto nos próximos dois sábados e domingos (dias 18, 19, 25 e 26 de julho). Nestes dias a proibição começa às 20 horas da sexta-feira e termina às 6 horas da manhã da segunda-feira subsequente.

Dhoje Interior

Flexibilidade durante a semana – A nova determinação libera a venda de bebidas alcoólicas de segunda a sexta até o próximo dia 30 de julho – das 6 horas da manhã até às 20 horas.

Sem drive thru e delivery – O decreto proíbe a venda por destes dois sistemas também até o dia 30 de julho.

Segundo nota divulgada pela prefeitura, essas medidas emergenciais foram tomadas para combater as aglomerações, que continuam acontecendo em vários pontos da cidade, como área externa de lojas de conveniência e locais de lazer, mesmo com as medidas já anunciadas.

Segundo Aldenis Borim, secretário de Saúde, a cidade ainda está registrando altos índices de aglomerações.  “Estamos registrando um aumento de novos contaminados e pessoas internadas. A situação dos hospitais que atendem a cidade já está preocupante. No HB temos 36 pacientes internados que são de Rio Preto, os outros são todos pacientes que vem de cidades da nossa região”, salientou Borim.

O Comitê continuará monitorando diariamente o número de casos, a ocupação dos leitos e outros indicadores da Covid-19 e informando a população com transparência.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior