Du Lourenço aposta em novo distrito industrial para gerar empregos em Bálsamo

A vice Mônica Garcia junto com o prefeito Du Lourenço de Bálsamo

O atual prefeito de Bálsamo, Carlos Eduardo Lourenço (MDB), mais conhecido com Du Lourenço, foi reeleito para o cargo por mais quatro anos. Ele recebeu 3.727 votos, o equivalente a 62,86% dos votos válidos, e se elegeu com sua vice Mônica Beatriz C. Garcia (SOLIDARIEDADE). Na campanha, ele superou o candidato Paulo Carteiro (PSDB), que teve 37,14% dos votos.

Du Lourenço tem 37 anos e é formado em direito. Esta foi a terceira vez que ele disputou a eleição para prefeito. Na primeira ele perdeu para Cátia Lorijola. Na segunda, em 2016, se elegeu para prefeito de Bálsamo.

Dhoje Interior

Durante a campanha eleitoral, Lourenço foi diagnosticado com Covid-19. “O tempo de campanha já era curto e eu ainda precisei me afastar quando peguei a doença. Foi um momento muito difícil, mas no final deu tudo certo”, afirmou.

Ele também falou sobre os projetos para o segundo mandato. “Ouvi muito da população sobre a falta de empregos. Por isso, compramos uma área de três hectares, onde nós teremos um novo distrito industrial. Lá terá capacidade para que 20 a 25 empresas se instalem e a expectativa é de que elas gerem em torno de mil oportunidade de trabalho”, afirmou.

Lourenço ainda falou sobre a questão da moradia no município. “Em breve nós entregaremos 120 casas, mas ainda temos intenção de comprar mais um terreno para fazer casas para famílias de baixa renda. Acredito que por conta da pandemia a arrecadação do município seja um pouco prejudicada, mas tenho esperança de fazer uma administração ainda melhor do que no meu primeiro mandato”, comentou.

Du Lourenço após a vitória nas eleições deste ano.

Vereadores

Na Câmara Municipal de Bálsamo foram reeleitos quatros vereadores da atual legislatura: Bruno Xavier (DEM) com 439 votos, Bereta (MDB) com 369 votos, Roberto Abeia (PROS) com 258 votos e Haroldinho (MDB) com 220 votos.

Os novatos são: Simone (SOLIDARIEDADE) com 310 votos, Leonardo Corte (SOLIDARIEDADE) com 264 votos, Preto Enfermeiro (PSDB) com 231 votos, Ilsinho Vasques (PSDB) com 221 votos e Kelen (DEM) com 163 votos.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior