Doria diz que Anitta será garota propaganda da CoronaVac

Em visita a Rio Preto para acompanhar o início da vacinação contra Covid-19, o governador João Doria afirmou que o Estado de São Paulo investirá em ações publicitárias para conscientizar a população sobre a importância da vacina. Uma das estratégias é apostar em influenciadores e segundo o Governador, a cantora Anitta irá participar da campanha.

“Nós temos convidado influenciadores e há pouco mais de uma semana falei com a Anitta. Ela é a maior influenciadora do Brasil e uma das 20 maiores no mundo. A Anitta tem 51 milhões de seguidores e ela, com a grandeza, generosidade e solidariedade que tem, gravou vários vídeos convidando as pessoas para tomar a vacina. Ela mesmo diz que tomará a vacina do Butantan quando chegar a vez”, afirmou o Governador.

Dhoje Interior

Doria também comentou que o ator Bruno Gagliasso fez uma postagem falando sobre a vacina, mesmo sem ter tido conversas com ele. “Os movimentos espontâneos nas redes sociais também vão ajudar a criar  a consciência de que a vacina é boa, importante e salva vidas”, comentou.

Críticas ao Governo Federal

Ainda durante a coletiva, o Governador de São Paulo voltou a fazer críticas ao Governo Federal e ao presidente Jair Bolsonaro. Doria questionou o presidente sobre a vacinação contra Covid-19 no Brasil.

“Presidente Bolsonaro, Ministério da Saúde, onde estão as vacinas para o povo brasileiro? A única vacina que está presente e vacinando profissionais de saúde no Brasil é a vacina do Butantan. A vacina é do Butantan, não do Bolsonaro”, afirmou.

Doria ainda acusou o presidente de ser negacionista e criticou a logística do Ministério da Saúde. “A vacina que iria para Manaus foi para Vitória no Espirito Santo. A vacina do Rio de Janeiro, que fica 35 minutos de voo de São Paulo, não chegou. A prefeitura do Rio teve que pedir um jato emprestado para um empresário de São Paulo, pois a logística do Ministério da Saúde não conseguiu levar. Metade dos Estados não recebeu a vacina por conta da logística”, afirmou.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior