Doria defende cancelar festas de réveillon em São Paulo

O governador João Doria (PSDB) defendeu nesta quarta-feira, 1º, que prefeitos paulistas suspendam festas de réveillon no Estado. Com a chegada da variante Ômicron e a quarta onda da covid-19 na Europa, ao menos 14 capitais no Brasil já desistiram de eventos públicos no fim do ano.

“Vamos no caminho da cautela e do zelo para proteger vidas. Não era hora de fazer festas de réveillon”, disse Doria, em viagem oficial a Nova York para encontro com investidores organizada pela InvestSP. “Embora seja decisão dos municípios, não me parece a hora adequada”, acrescentou.

Dhoje Interior

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), também está em Nova York, mas até agora manteve o planejamento da tradicional festa da virada na Avenida Paulista. “Os prefeitos podem tomar medidas mais duras que o Estado, mas não mais facilitadoras”, disse Doria.

Até a noite desta terça, Salvador, Fortaleza, Florianópolis, João Pessoa, Belo Horizonte, Recife, Brasília, Belém, São Luís, Campo Grande, Palmas, Teresina, Aracaju e Goiânia anunciaram o cancelamento das festas de ano-novo. Além das capitais citadas, Curitiba também não vai realizar festa de réveillon este ano. Entretanto, a prefeitura informou que não costuma celebrar a data com grandes eventos mesmo em períodos fora da pandemia.

Da Redação