CPFL registra uma interrupção de energia causada por pipa por dia

Todos os anos, durante o período de férias escolares (dezembro, janeiro e julho), crianças, adolescentes e até adultos aproveitam para empinar pipas, mesmo com o isolamento social. Um levantamento realizado pela CPFL Paulista apontou um aumento de 22% nas interrupções causadas pela brincadeira nos primeiros sete meses do ano, comparado ao ano anterior.

Em 2020, na região de Rio Preto, foram 226 casos, contra 275 em 2021, pouco mais de uma interrupção por dia. O brinquedo segue entre as principais causas de perturbação do sistema elétrico, gerando transtornos e riscos à população.

Dhoje Interior

Nas cidades atendidas pela CPFL Paulista, o estudo identificou uma queda de 9.8% de interrupções no fornecimento, causadas entre janeiro e julho de 2021, em relação ao mesmo período de 2020. Foram 3.242 registros neste ano, contra 3.566 do ano anterior.

Entre as 10 cidades com mais ocorrências, São José do Rio Preto lidera o ranking, seguida por Mirassol e José Bonifácio. Outras cidades são citadas no levantamento como Guapiaçu, Nova Granada, Bady Bassitt, Pindorama, Monte Aprazível, Cedral e Palestina.

A CPFL, por meio a campanha “Guardião de Vida”, criou vídeo para alertar a população sobre os perigos da rede elétrica. Entre os assuntos abordados os perigos de brincadeiras com pipas próximo às subestações e às redes elétricas. A CPFL reforça que as pessoas nunca busquem as pipas caídas em locais com equipamentos de energia, que podem causar acidentes e até morte.

Muitas pipas ficam enroscadas nos fios e causam interrupções nos meses seguintes. Isso ocorre porque a linha e a estrutura da pipa, enrolada nos cabos elétricos, se tornam condutoras de energia quando chove.

Os desligamentos e os acidentes causados pelas pipas podem ser evitados com alguns cuidados simples, indicados pela campanha como: Empinar pipas longe da rede elétrica; Evitar soltar em locais com fluxo de veículos; Não utilizar cerol e “rabiolas”, pois elas enroscam nos fios elétricos e podem provocar choques e nunca tentar remover pipas dos fios caso fique enroscada.

Da REPORTAGEM