Correios mantém greve e sindicato diz que não tem previsão para terminar

SIM - Funcionários votaram pela continuação da greve (Foto: Guilherme Batista)

Em mais uma assembleia realizada no sindicato dos Correios, na tarde de ontem, em Rio Preto, cerca de 150 funcionários decidiram pela manutenção da greve, que entra na sua segunda semana de paralisação.

“Por unanimidade os trabalhadores resolveram manter a greve por tempo indeterminado, mesmo porque a gente não conseguiu nada dos motivos que nos levaram a paralisar”, afirmou o presidente do sindicato dos trabalhadores dos Correios, Sérgio Pimenta.

Dhoje Interior

Na última quinta-feira, uma decisão do TST, do ministro Emmanoel Pereira, havia declarado como abusiva a greve dos funcionários e, assim, os Correios declarou que os empregados que aderiram à paralisação deveriam retornar aos seus postos de trabalho imediatamente.

Segundo o presidente do sindicato dos Correios, os funcionários já tiveram o pagamento descontado na última semana. “Fizemos uma avaliação e essa liminar do ministro, ele entende, julgou e a empresa usou como uma decisão. Mas a gente não encara como uma decisão, porque não estamos cumprindo isso. Achamos que teria um impacto junto aos trabalhadores. A primeira vista, a hora que o ministro disse que a greve era abusiva e a empresa já descontou os dias sem trabalhar, achamos que daria uma balançada, mas não, vamos até o final”, garantiu.

Para a próxima quinta-feira ficou agendada uma nova assembleia, a partir das 15h, para decidir pela continuação ou não da greve. Atualmente, em Rio Preto, aproximadamente 180 funcionários estão parados.

Segundo o Correios, em nota divulgada, no interior do Estado de São Paulo, 87,79% do efetivo trabalhou no dia de ontem, o que equivale a 9.775 empregados.

BICICLETAS
Em resposta a matéria vinculada na última sexta-feira, sobre o abandono de 300 bicicletas no CTCE de Rio Preto, os Correios emitiram um comunicado dizendo que: “Não procede a informação de que as bicicletas foram “descartadas e deixadas” no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas – CTCE São José do Rio Preto. Elas encontram-se em processo de alienação por venda. Ressaltamos que esses equipamentos já foram substituídos por novos. O uso das bicicletas pelos carteiros é dimensionado por distrito. Quanto à manutenção de bicicletas, esta é feita pelos Correios.”

Fonte: Marcelo Schaffauser – Redação jornal DHoje Interior