Corinthians vence Athletico-PR e garante vaga na Libertadores

Foto: Marcello Zambrana

Com gol de pênalti de Fábio Santos, o Corinthians venceu o Athletico-PR, por 1 a 0, diante da torcida na Neo Química Arena, em São Paulo, na tarde deste domingo (28), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado positivo fez o Corinthians se consolidar na quarta colocação, dentro da zona da fase de grupos da Libertadores, com 56 pontos, a três do Palmeiras. Com o empate de Internacional e Santos, o Timão garantiu matematicamente para a competição continental em 2022. O Athletico, por sua vez, caiu para o 14º lugar com 42 pontos, dois a mais do que a zona de rebaixamento.

Dhoje Interior

Corinthians e Athletico-PR fizeram um primeiro tempo de tentativas. Os donos da casa tiveram maior posse de bola, mas ainda assim os visitantes criaram suas oportunidades. Os dois clubes apostaram nos chutes de longa distância.

Renato Augusto foi o primeiro a tenytar aos seis minutos e exigiu boa defesa de Santos. O Athletico tentou com Léo Cittadini. Ele recebeu de Nikão e bateu da intermediária, mas Cássio pegou. Aos 33 minutos, a melhor oportunidade do jogo.

Jô recebeu passe milimétrico de Renato Augusto por trás da zaga e bateu firme no contrapé de Santos. A bola caprichosamente acertou a trave do Athletico.

O segundo tempo começou truncado, até o árbitro mineiro Paulo Cesar Zanovelli da Silva ver mão de Marcinho dentro da área. Na cobrança, aos 19 minutos, Fábio Santos bateu no meio do gol e abriu o placar para o Corinthians.

O jogo seguiu movimentado, mas os times não conseguiram acertar o alvo. O Corinthians nã recuou totalmente e até criou algumas chances, mas sem êxito. O Athletico foi em busca do empate, mas também errou nas finalizações.

Na 37ª e penúltima rodada, o Corinthians voltará a jogar na Neo Química Arena, em São Paulo, agora, contra o ameaçado Grêmio no domingo (5), às 16h. O Athletico, por sua vez, pegará o Palmeiras, atual campeão da Libertadores, na segunda-feira (6), às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Da REDAÇÃO