Confira ‘Nos Bastidores da Política’ desta quarta-feira (24)

Traiçoeira

O secretário da Saúde, Aldenis Borim (foto), prestou esclarecimento sobre o combate à pandemia, ontem, na Câmara. “Eu atuo como médico há 40 anos e nunca vivenciei uma situação como essa, porque é uma doença traiçoeira”, diz. Acrescentou que é difícil adotar os procedimentos, porque tratar o doente é dar remédio, mas com a Covid-19 trata-se o doente e não a doença. A cada momento é uma situação nova, por isso agradeceu a equipe pelo trabalho no combate à doença. “Corremos o risco de ir para a fase vermelha”, alertou.

Dhoje Interior

Postulantes

Os pré-candidatos Efraim Garcia Lopes (DEM) e Lourivaldo Domingo Leme (PSDB) vão disputar as eleições para prefeito de Ipiguá. Efraim, que já foi prefeito, terá como vice o atual vereador Maurelli Bellei (PSD). A chapa encabeçada por Lourivaldo terá como vice Neusa Lino de Souza (Solidariedade), com o apoio do atual prefeito Emílio Pazianoto (Solidariedade). Efraim e Lourivaldo, portanto, vão disputar os votos de 4,5 mil eleitores registrados no município, cuja população gira em torno de 6,5 mil habitantes.

Expectativa

Maurelli Bellei diz que o pré-candidato Efraim Lopes deverá ter excelente desempenho no processo eleitoral em Ipiguá. “Ele (Efraim) foi um bom prefeito e a expectativa é excelente”, diz. Na sessão da última segunda-feira, o vereador Bellei informou que a Câmara, por cinco votos a quatro, rejeitou as contas do prefeito Emílio Pazianato relativa ao exercício de 2016, que já havia sido reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado. “Ele (Emilio) não pagou precatório de R$ 100 mil, que hoje é de R$ 1,6 milhão”, diz.

Briga feia

O pré-candidato a prefeito Carlos de Arnaldo (PDT), que está internado no Hospital de Base por ter contraído a Covid-19, disse que na noite de segunda-feira teve muita febre e mal-estar. “Não tem nada tranquilo, é uma briga feia contra o vírus, mas continuo lutando”, revelou. O ex-vereador disse que sempre teve boa saúde, faz exercícios diariamente e mesmo assim contraiu o coronavírus. A declaração de Carlos de Arnaldo serve de alerta para aquelas pessoas que ainda não admitem que o vírus é altamente contagioso.

Potencial

O presidente do PSL, Marco Casale, informou que o partido vai lançar chapa completa para disputar cadeiras na Câmara. São 26 pré-candidatos, sendo 18 homens e oito mulheres. Entre os pré-candidatos, segundo ele, tem cinco nomes com potencial para conquistar cadeiras no Legislativo. “A previsão é eleger dois vereadores”, espera. Casale, que já lançou sua pré-candidatura para prefeito, disse que o partido tem boa estrutura, inclusive, com tempo na TV, mais um suporte para os pré-candidatos na campanha eleitoral.

Decreto

O governador João Dória (PSDB) vai divulgar ainda nesta semana novo decreto que determinará as medidas restritivas de acordo com a situação de contaminação da Covid-19 por região do estado. Rio Preto está na fase laranja, um ponto do limite que separa da fase vermelha, a mais severa para controlar a propagação do coronavírus. Mesmo com o número de casos crescente, Rio Preto ainda não corre o risco de ser rebaixado, o que obrigaria o prefeito Edinho Araújo (MDB) determinar, de novo, o fechamento do comércio.

Paciência

A duplicação da rodovia BR-153, no trecho urbano de Rio Preto, começa a mexer com a paciência, principalmente dos comerciantes estabelecidos próximos às marginais. Um grupo de vereadores, liderado por Paulo Pauléra (PP), luta para liberar o trevo de Talhado. Karina Caroline (Republicanos) pede para liberar acesso para os comerciantes próximos à marginal, que estão sofrendo por causa das obras. “A obra está demorada”, disse. Como o recurso federal é escasso, a empreiteira faz de acordo a ordem do DNIT. Dá nisso!

Alento

O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a proposta que antecipa o chamado trânsito em julgado, previsto na proposta de emenda constitucional da prisão em segunda instância, e a reforma tributária podem ser votadas em agosto. “Políticos e empresários continuam roubando dinheiro público. Não são só políticos, também temos empresários corruptos. Isso tira a pressão do Supremo que vai continuar a ser uma corte constitucional”, defendeu. A declaração de Maia serve de alento à população.

Por Venâncio de Mello – Redação jornal DHoje Interior