Complexo Pró-Saúde vai ser utilizado no combate ao coronavírus

Prefeito Edinho Araújo anunciou que no local será implantado um hospital de campanha; ao todo espaço oferece 101 leitos com 21 bicos de oxigênio

Rio Preto vai contar com reforço no combate ao avanço do coronavírus (COVI-19). O prefeito Edinho Araújo anunciou nesta terça-feira, dia 31, a transformação do Complexo Pró-Saúde/Hospital Dia, na avenida Philadelpho Gouvêa Neto, no Jardim Caparroz, em hospital de campanha.

Dhoje Interior

Na prática o governo municipal vai utilizar da estrutura já pronta para atender exclusivamente casos envolvendo o coronavírus, ou seja, não haverá custos adicionais, apenas uma adaptação do espaço para aliviar a sobrecarga das outras unidades de saúde e hospitais de Rio Preto.

Pesou na decisão do prefeito o fato de todas as instalações já estarem aptas a receber os pacientes e ainda contar com 21 bicos de oxigênio disponíveis. O hospital de campanha vai oferecer 21 leitos de unidade de terapia intensiva e 80 leitos de enfermaria.

Durante o anúncio, realizado ao vivo pelo Facebook, o prefeito Edinho Araújo destacou que a escolha levou em conta aspectos econômicos e o número de leitos ofertados, um total de 101 leitos.

“Além das instalações já estarem prontas, exigindo baixos investimentos na adequação, temos lá um conjunto de equipamentos de respiração prontos para serem usados. Descartamos várias sugestões recebidas, pois elas implicariam em gastos enormes na adequação das instalações, um custo impensável nestes tempos de poucos recursos e de prioridade total para a Saúde,” afirmou Edinho.

Mesmo com a implantação do hospital de campanha não está descartado novos locais para atendimento exclusivo ao tratamento dos sintomas do cornavírus. “Engenheiros da Prefeitura vem vistoriando vários imóveis, onde poderiam ser instalados hospitais de campanha, se a epidemia atingir os números previstos pelos especialistas”, disse o prefeito.

A previsão é que o hospital de campanha no Complexo Pró-Saúde/Hospital Dia esteja em pleno funcionamento já na segunda quinzena de abril.

Da Redação