Comércio gera 944 empregos em novembro e Rio Preto tem o melhor índice do ano

O Ministério da Economia divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês de novembro. São José do Rio Preto registrou o seu melhor desempenho no ano e teve um saldo de 1.903 vagas criadas, com 5.855 admissões e 3.952 desligamentos. O número representa um aumento de 52,7% em relação ao mês de outubro.

O comércio foi o setor que mais gerou empregos durante o mês. Foram 2.252 contratações e 1.308 demissões, com um saldo de 944 vagas, mais do que o dobro do mês de outubro. “Esse aumento já era esperado por conta das vendas de fim de ano e só reforça o fato de que o comércio, junto com o setor de serviços, segue sendo a principal força econômica da cidade. A expectativa é de que muitos desses empregos sejam mantidos após as festividades”, afirmou o economista José Mauro da Silva.

Dhoje Interior

Além do comércio, o setor de serviços (684), indústria (196) e construção (81) tiveram o saldo positivo. A agropecuária foi a única que perdeu vagas, com 11 admitidos e 13 desligamentos. No acumulado do ano, Rio Preto segue com o saldo negativo, com 49.254 contratações e 50.367 demissões, resultando na perda de 1.113 vagas.

“O ideal seria que o município conseguisse fechar o ano pelo menos com o saldo zerado. O comércio se preparou bem para o fim de ano, mas o lockdown nestas últimas semanas do ano deverá impactar de forma negativa na geração de empregos, não só em dezembro, como no início de 2021″, comentou o economista.

Em âmbito nacional, o país teve o número de contratações com carteira assinada superando as demissões pelo quinto mês consecutivo. Foram 414.556 vagas criadas, o maior índice desde o início da pesquisa do Caged em 1992. Com isso, o saldo acumulado ficou positivo pela primeira vez no ano e chegou a 227.025 postos criados ao longo do ano.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior