Começa o Programa de Pagamento Incentivado do Semae

Foto: Ygor Andrade

Começou ontem o PPI do Semae. O Programa de Pagamento Incentivado da autarquia que pretende arrecadar cerca de R$ 10 milhões. Atualmente, as dívidas somam R$ 160 milhões dentre os 22 mil consumidores. Com o programa, será possível desconto de 100% de juros e multas sobre dívidas de água e esgoto. A meta é arrecadar entre 5% e 8% da dívida, ou seja, algo em torno de R$ 10 milhões.

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Rio Preto também tem outras opções de desconto para os interessados em quitar seus débitos. Como já mencionado, 100% de descontos em juros e multas podem ser conquistados desde que o pagamento seja feito até o dia 31 de outubro e à vista.

Dhoje Interior

Para quem pagar à vista entre 1º de novembro e 6 de dezembro, o desconto é de 70% de descontos em juros e multas. “O PPI do Semae ainda permite parcelamento do débito em 12 vezes, com desconto de 50% de juros. Nesse caso, o valor mínimo da parcela será de R$ 100. Para fazer a negociação, o usuário deverá se encaminhar aos nossos postos de atendimento no Poupatempo ou no Ganha Tempo”, informou a autarquia.

Uma das novidades desse PPI será o pagamento feito por boleto, no banco, lotérica ou pelo celular. Informativos sobre como funcionam esses novos meios de pagamento estão sendo encaminhados aos consumidores desde esta segunda-feira (2).

“Fizemos o programa de forma a dar maior possibilidade para quem tem dívida. Incluímos também pagamento parcelado em 12 vezes”, disse o assessor da Diretoria Comercial, Leandro Freitas.

Ainda de acordo com informações do Semae, podem entrar no programa quaisquer débitos e serviços prestados, vencidos exclusivamente até 31 de março de 2019. “O nosso objetivo é permitir que aquele usuário que por algum motivo não conseguiu fazer o pagamento coloque a sua conta em dia. É uma oportunidade única. Sabemos das dificuldades que o País vem atravessando, principalmente, na área econômica. Com o PPI, o nosso usuário que tem débito com a autarquia pode ficar no azul”, declara Nicanor Batista Jr., superintendente do Semae.

Por Ygor Andrade