Com doações em baixa e no limite da capacidade, Lar de Betânia pede ajuda

Criada em 1958 para abrigar, inicialmente, a três idosos, a instituição aos poucos ampliou suas instalações e, hoje, atende a 43 pessoas, com idades acima de 60 anos. Foto_Divulgação

No limite de sua capacidade de atendimento, e com a queda expressiva nas doações por causa da pandemia, a Associação Lar de Betânia precisa urgentemente de ajuda para continuar a cuidar de idosos em situação de vulnerabilidade social.

Criada em 1958 para abrigar, inicialmente, a três idosos, a instituição aos poucos ampliou suas instalações e, hoje, atende a 43 pessoas, com idades acima de 60 anos.

Dhoje Interior

O trabalho do Lar é oferecer abrigo 24 horas por dia, sete dias por semana, com cuidados e proteção a idosos que foram abandonados pela família ou impossibilitados de conviver com parentes, ou ainda em situação de rua.

Além de atender às necessidades dos idosos, a entidade busca manter o contato social e atividades de lazer, visando a integração dos internos com a comunidade. Quando há familiares que possam participar de ações e promoções eles são convidados a colaborarem.

“Temos ajuda da Prefeitura para pagar alguns funcionários, no entanto, nove funcionários pagamos com recursos próprios, além da alimentação, limpeza e higiene também por nossa conta”, explica Mariza Gonçalves, presidente do Lar de Betânia.

Ao todo, são 29 funcionários e, segundo a presidente, devido à pandemia, as doações diminuíram consideravelmente. “Precisamos de fraldas geriátricas, carnes, alimentos, produtos de higiene e limpeza, de tudo um pouco. Vivemos pedindo ajuda em todos os cantos”, ressalta.

O atendimento dos idosos não é só com o abrigo, mas sim com uma equipe multidisciplinar envolvendo enfermeira, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, nutricionista, psicóloga, assistente social, técnicos em enfermagem, cuidadores, cozinheiras, funcionários da limpeza e do administrativo.

Para ajudar o Lar de Betânia é só entrar em contato pelo whatsapp (17) 99225-6985.

Por Andressa Zafalon