Câmara adia votação de projeto para parcerias na Educação

Câmara passou, em urgência, projeto para uso de Banco de Horas na Casa (Foto: Ygor Andrade)

Na ordem do dia da sessão realizada nesta terça-feira (20), na Câmara Municipal, os vereadores votaram sete itens. Entre eles, um que autoriza o Executivo Municipal a aderir, para execução em sua política educacional, a projetos ou programas que têm como objetivo o desenvolvimento dos valores humanos e à formação do caráter na Educação Infantil. Este projeto, no entanto, teve pedido de vistas do vereador Renato Pupo (PSD) por uma sessão.

Outros projetos que também tiveram pedidos de vistas foram o projeto que altera o Regimento Interno da Casa para a exibição de imagens durante o uso da Tribuna Livre do vereador Jean Dornelas (PSL) que foi quem fez o pedido à presidência.

Dhoje Interior

O projeto que regulamente a liberação de verba para a cobertura de despesas diárias da Câmara teve pedido de vistas solicitado pelo presidente da Câmara, Paulo Pauléra (Progressistas).

No demais, o projeto que institui, no âmbito do Poder Legislativo, o uso do Banco de Horas para servidores concursados passou com pedido de urgência.

Por Ygor Andrade