Bolsa Trabalho vai beneficiar 160 pessoas em situação de desemprego

Desde setembro de 2021, Maria Antônia Miranda tem uma rotina de trabalho no Centro do Idoso da Prefeitura de Rio Preto, assim como Mirielle de Freitas está integrada à rotina na Eco Santo Antônio, outro equipamento da administração municipal.

Ambas são beneficiárias do Programa Bolsa Trabalho, iniciativa do Governo de São Paulo em parceria com os municípios que têm o objetivo de promover ocupação, renda qualificação e emprego para a população mais vulnerável.

Dhoje Interior

“Tenho experiência nas áreas de vendas e administrativa, mas estava parada desde 2018. Como tenho mais de 50 anos, esse tem sido o maior desafio para conseguir novas oportunidades”, conta Maria Antônia, que por meio do programa trabalha na manutenção do Centro do Idoso.

Já Mirielle, moradora da região Norte, está gostando da rotina na Eco Santo Antônio, local para onde foi designada. “Trabalhei na indústria de doces, mas estou encantada com a rotina administrativa”, comenta.

As duas munícipes também contam que a bolsa mensal de R$ 535 tem sido fundamental no orçamento de suas famílias, cada uma com quatro membros. Elas conciliam o trabalho em meio período com curso profissionalizante em formato virtual – de secretariado e de rotinas administrativas, respectivamente –, outra contrapartida do programa.

Lançado no ano passado para promover assistência frente à crise causada pela pandemia de coronavírus, o Programa Bolsa Trabalho ofereceu em Rio Preto 35 bolsas, 95% delas destinadas a mulheres e arrimos de família.

O benefício tem cinco meses de duração e, para esta turma, será concluído em fevereiro. Além dos locais citados, os participantes também foram distribuídos nos CRASs, CREAs, escolas, parques e outros equipamentos municipais.

Novas oportunidades

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira o lançamento de 150 mil vagas em nova etapa do programa bolsa trabalho

Ao longo de cinco meses, serão oferecidas bolsas no valor de R$ 540 por mês aos cidadãos que realizarem atividades de trabalho em órgãos públicos municipais e estaduais. A carga horária será de 4 horas diárias, cinco dias por semana

Além disso, os participantes participarão de curso de qualificação profissional e receberão apoio à empregabilidade. Os inscritos poderão escolher uma entre seis opções de cursos profissionalizantes virtuais, realizados pela Univesp. São eles: auxiliar de controle de produção e estoque; gestão administrativa; gestão de pessoas; organização de eventos; rotinas e serviços administrativos; e secretariado e recepção.

Serão aceitas inscrições de moradores do Estado de São Paulo, desempregados, maiores de 18 anos e com renda familiar de até R$ 550 por pessoa. Os interessados podem se inscrever no portal www.bolsadopovo.sp.gov.br, de 25 de janeiro a 7 de fevereiro.

O município de Rio Preto já é conveniado ao programa e nesta nova etapa serão disponibilizadas 160 vagas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3211-4950.

Da Redação