Baleia presa no rio Sena intriga cientistas e mobiliza franceses

Uma baleia foi avistada no rio Sena, na França, e as autoridades agora estão decidindo como salvar o mamífero — que costuma viver nas águas frias do Ártico.

As autoridades dizem que a baleia-branca está perto de uma eclusa em Vernon, uma comuna cerca de 70 km a noroeste de Paris.

Foi feito um pedido à população local para que se mantenha longe da baleia, que parece estar abaixo do peso normal. Os especialistas estão intrigados com o fato de o animal ter se desviado para tão longe de seu habitat natural.

“O desafio agora será ajudar a alimentá-la e tentar acompanhá-la em direção ao oceano”, diz Lamya Essemlali, chefe do grupo ambientalista Sea Shepherd France, segundo a agência de notícias Reuters.

Ela disse que tirar o animal da água está fora de cogitação, pois seria muito arriscado.

Imagens mostram a baleia nadando lentamente no rio.

Os funcionários não informaram o tamanho do animal, mas uma baleia-branca adulta pode atingir mais de quatro metros de comprimento.

Em maio, uma orca foi encontrada morta depois de nadar no rio Sena, na Normandia. Um plano para guiá-la de volta ao mar usando estímulos sonoros fracassou. Os especialistas descobriram posteriormente que ela estava gravemente doente.

Em 2019, uma baleia morta foi encontrada no rio Tâmisa, perto de Gravesend, disseram autoridades do Reino Unido.

Isso ocorreu apenas algumas semanas depois que uma baleia-jubarte fora avistada nadando no mesmo trecho de água. Ela acabou morrendo. Acredita-se que o animal tenha se confundido e chegado ao Tâmisa possivelmente durante as marés altas.

Da REDAÇÃO.