Bady Bassitt registra dois casos de sarampo e convoca população para se vacinar

Pelas redes sociais, a Coordenadoria de Saúde alerta para sintomas e pede que população vá às salas de vacinação

Bady Bassitt registrou dois casos confirmados de sarampo e a Coordenadora Municipal de Saúde, Roberta Amorim Pereira, está convocando a população a buscar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para se imunizar. O Brasil chegou a ser declarado território livre da doença. Nos últimos anos a ela voltou a aparecer em alguns estados e o Ministério da Saúde começou a fazer campanhas para pessoas com até 62 anos voltarem a se imunizar.

A vacina contra o sarampo faz parte da tríplice viral, obrigatória nas crianças e carteiras de vacinação. Todos os grupos devem se vacinar. No entanto, a campana de descrédito promovida por movimentos antivacinas está impedindo que a imunização alcance 90% dos grupos para os quais é dirigida, e a doença reapareceu. Ainda assim, os casos no estado de São Paulo têm sido raros.

Os dois casos registrados em Bady Bassitt acendem um alerta regional, dada o fluxo da população da Região Metropolitana. A Coordenadoria de Saúde de Bady está convocando a população e explicando, via redes sociais, quais são os sintomas da doença. Todo indivíduo, independentemente da idade e da situação vacinal, que apresentar febre e manchas vermelhas na pele, acompanhados de um ou mais sinais como tosse, coriza ou conjuntivite deve procurar um posto de vacinação nas UBSs.

Comunicado pede ainda que toda pessoa, criança ou adulto, procure uma sala de vacinação para conferência e atualização. O sarampo é uma doença que pode levar a óbito e é altamente transmissível.

Da REPORTAGEM