Auxiliar é assassinado a facadas em briga de bar; acusado é preso

O auxiliar de limpeza Julio César Souza, de 33 anos, morreu após ser esfaqueado na noite desta sexta-feira (9), durante uma briga de bar, no bairro Vila Boa Esperança, em Rio Preto. O suspeito, um pedreiro, tem 55 anos, e foi preso pela Polícia Militar.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima chegou a ser socorrida com vida, mas faleceu antes de dar entrada em uma unidade de saúde. Testemunhas disseram à PM que os dois discutiram e, em determinado momento, a vítima empurrou o pedreiro, que caiu no chão. Ao se levantar, ele prometeu retornar, o que fez armado com a faca, desferindo os golpes na vítima.

Dhoje Interior

A Polícia Militar fazia buscas para localizar o suspeito do assassinato, quando encontrou uma faca com vestígios de sangue, que pode ter sido a arma usada no crime, nas imediações da avenida Brasil.

Em seguida, os policiais militares apuraram o endereço da residência do suspeito, no entanto, apenas a companheira dele estava no local. Enquanto a PM conversava com a mulher, o pedreiro ligou para ela e acabou sendo convencido pela polícia a se entregar. Ele informou o endereço em que estava e foi preso, na avenida Domingos Falavina, zona norte da cidade.

O pedreiro confessou ter esfaqueado o auxiliar de limpeza, alegando que havia sido agredido. Segundo consta no registro policial, a moto dele foi queimada.

Encaminhado à Central de Flagrantes, o pedreiro permaneceu preso à disposição da Justiça. A moto queimada e a faca foram apreendidas para serem periciadas.

Tatiana PIRES – Redação Jornal DHoje Interior

E-mail: [email protected]