Autoridades se reúnem para definir “Patrulha Maria da Penha”

Reunião - A delegada da DDM, Dálice Ceron,, a Secretária da Mulher, Maureen Leão Cury, a vereadora Márcia Caldas, a GCM Fábia Suaide, o Diretor da GCM Sílvio Pedro da Silva, o GCM Fabiano Sanches e o delegado Silas José dos Santos

Autoridades de Rio Preto se encontraram hoje pela manhã na Secretaria da Mulher para alinharem os planos para a execução da patrulha Maria da Penha em Rio Preto. A delegada da DDM de Rio Preto, Dálice Ceron, disse que essa reunião foi o começo de um grande trabalho. “Estamos procurando trabalhar intersetorialmente. Nós estávamos discutindo como cada instituição vai trabalhar nesse esforço conjunto”. Dálice disse ainda que neste ano já ocorreram 1.007 casos de violência contra a mulher e que a partir do inicio dessa patrulha esses casos serão prontamente acompanhados pelos Guardas Municipais. “Existirá um trabalho que vai aumentar a defesa da mulher que sofre violência doméstica”, afirmou.
A Secretária da Mulher, Maureen Leão Cury, reconheceu o bom trabalho em equipe. “Esse serviço já é realizado pela policia militar. Estamos procurando estabelecer um fluxograma de trabalho. Queremos desenvolver todos os caminhos que a vítima tenha de percorrer para ter seu caso atendido e acompanhado pelas autoridades locais”.

 

Dhoje Interior

Guarda Civil

 

O Guarda Civil Fabiano Sanches esteve na reunião e reiterou que todo o trabalho está sendo bem conduzido no intuito de capacitar os 242 guardas civis municipais. “Nosso efetivo será preparado para atender essas ocorrências tanto para coibir por meio de rondas ostensivas quanto para orientar a vítima do agressor. Nós recebemos os casos por meio da Justiça e faremos o patrulhamento. Três equipes vão percorrer os locais de forma periódica verificando se a vitima com medida protetiva não teve visitas do agressor. Essas três equipes farão relatórios, mas, o serviço é estendido para todo o efetivo”.

 

Alison Moura