Animais exóticos são encontrados em residência no bairro Cristo Rei

A Polícia Militar Ambiental flagra diversos animais exóticos mantidos em cativeiro em uma residência localizada na rua Amália Gerosa, no bairro Cristo Rei. O infrator foi autuado em R$ 4.300. O caso foi na segunda (28).

A Polícia Militar Ambiental realizou diligência até o local em cumprimento de mandado de busca e apreensão.  Durante a operação, foi localizado no quarto de um homem uma tartaruga mordedora (chelydra serpentina). Em um quartinho nos fundos do quintal da residência também foram achadas uma jiboia (boa constrictor); duas jiboias arco-íris (epicrates cenchria assisi) ;  uma píton albina (python molurus bivitattus); um dragão barbudo (pogona barbata) e um tigre d’agua (trachemys dorbigni). As jiboias são animais nativos e os outros, como a píton albina, o dragão barbudo, a tartaruga mordedura e o tigre d’agua são exóticos.

Dhoje Interior

De acordo com informações do boletim de ocorrência, foi feita a apreensão de todos os animais, sendo encaminhados até a delegacia. Em seguida, o delegado elaborou o termo circunstanciado, por ter em depósito produtos da fauna silvestre, com base no artigo 29, parágrafo 1º, inciso III, que configura crime ambiental com pena de detenção de seis meses a um ano. E também por ter espécime exótica incorrendo no disposto do artigo 26 da resolução sma-48/2014.

Na delegacia, o homem foi ouvido e liberando posteriormente. Ele foi multado no valor de R$1.500 por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre nativa e outra infração por introduzir espécime exótica no território do estado de São Paulo, sem a devida autorização da autoridade competente, no valor de R$2.800.

Os animais apreendidos foram encaminhados para o bosque municipal da cidade de Rio Preto para receber tratamento de médico veterinário.

Por Sue PETEK – Redação Jornal DHoje Interior.