Animais começam a chegar para a 57ª Exposição de Rio Preto

Foto: Ivan Feitosa.

Contagem regressiva para o início da 57ª edição da EXPO Rio Preto que começa nesta quarta-feira, dia 2 e se estende até domingo, dia 6. Nesta segunda-feira, dia 30 de setembro, expositores, produtores rurais e funcionários da Secretaria de Agricultura e Abastecimento da Prefeitura de Rio Preto realizavam os últimos ajustes, com a acomodação dos animais que serão leiloados e expostos durante os cinco dias de evento, através de leilões.

Ao todo a EXPO Rio Preto vai receber 14 raças entre bovinos, equinos e ovinos, somando mais de 2 mil animais para exposição, julgamento e leilões. Nesta segunda-feira animais das raças Nelore, Tabapuã, Angus, Gir, Gir-leiteiro, Girolando e Guzerá já estavam acomodados nos pavilhões distribuídos ao longo de todo o Recinto “Alberto Bertelli Lucatto”.

Dhoje Interior

Ao todo mil animais farão parte da exposição e outros mil dos leilões. Uma das novidades da programação é a volta da presença dos equinos. O recém-criado Núcleo do Mangalarga de São José do Rio Preto será responsável pela exposição dos equinos no evento e pela realização do Shopping do Mangalarga.

“É o fortalecimento do negócio dentro da Exposição, com ganho no número de animais, três leilões, inovação com o leilão de gado de corte dentro do Recinto. Destaque também para  retomada do Manga-Larga com julgamentos, vinda do leilão Quarto de Milha. Um conjunto de inovações que concretiza todo o trabalho iniciado em 2017”, diz o secretário de Agricultura Pedro Pezzuto, um dos responsáveis pelo evento.

Ao todo serão três leilões, dois já são bem consolidados na programação da EXPO: o leilão de quarto de milha e o de gado de corte. A organização espera receber entre 500 a 600 pecuaristas em cada leilão.

Além do julgamento de raças e exposição de bovinos, equinos e ovinos, o calendário técnico conta com atividades voltadas para o agronegócio regional, com palestras e workshops de áreas temáticas como avicultura, heveicultura, pecuária de corte e leite, tecnologia e turismo rural.

A expectativa de negócios para este ano gira em torno de R$ 7 milhões. No ano passado foram movimentados cerca de R$ 5 milhões.

Estrutura inovadora

Toda a estrutura física para receber os expositores e julgadores já está montada. E para este ano uma mudança importante. O aumento no número de pavilhões dos animais que além dos fixos, agora foram construídos mais  cinco móveis para comportar o gado. A grande inovação é uma pista vip no centro da área de julgamentos o que segundo o secretário de Agricultura, Pedro Pezutto, vai permitir “que expositores tenham acesso direto aos produtores com conforto e rapidez nos negócios”, diz.

Outra estrutura finalizada é o estacionamento em área ao lado do Recinto. A entrada do evento, o acesso aos shows e a programação de entretenimento, assim como o estacionamento, que tem capacidade para 1,2 mil carros, são gratuitos.

As unidades dos bombeiros civis, ambulatório médico, banheiros químicos, além de espaço destinado a imprensa estão todos instalados.

Shows

O palco que vai receber o 1º Festival Nacional da Moda de Viola também está pronto. A animação musical ficará por conta de artistas  divididos em três categorias: local, estadual e nacional. As duplas selecionadas, 30 no total, vão ser julgados por especialistas em música caipira. As premiações somam R$ 22 mil.

Logo após as apresentações do Festival nomes consagrados da música sertaneja de raiz sobem ao palco. As Galvão, Divino e Donizete, Almir Sater e Sérgio Reis foram os escolhidos para abrilhantar a 57ª Expo de Rio Preto. Os shows tem previsão de início a partir das 21 horas.

A 57ª edição da EXPO Rio Preto é uma realização da Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de São José do Rio Preto (ACIRP) e apoiada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Governo do Estado de São Paulo.

Toda a programação da Expo você pode conferir acessando: www.expo.riopreto.br.

Da REDAÇÃO