Alicinha Cavalcanti, promoter rio-pretense, morre aos 58 anos

A promotora de eventos e relações públicas Alicinha Cavalcanti, nascida em Rio Preto e filha de cearenses, morreu nesta segunda-feira (2) após perder a batalha contra a doença ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), uma doença considerada rara, degenerativa e sem cura, diagnosticada em 2017.

Segundo amigos próximos, por conta do avanço da doença ela já não reconhecia mais os amigos e contava com uma assistência médica domiciliar durante 24h por dia.

Dhoje Interior

Alicinha começou a carreira de promotora de eventos aos 20 anos de idade, 1983, apadrinhada por José Victor Oliva, o homem que, por muitos anos, foi conhecido como o “Rei da Noite”, o criador da lendária boate Gallery, na avenida Haddock Lobo, no bairro paulistano dos Jardins.

Ao DHoje, a jornalista Luca Fogaça, disse que conheceu Alicinha muito jovem e ela era madrinha de sua filha. “Ela tinha uns 16 anos quando nos conhecemos, sempre muito bonita, alegre, conhecia todo mundo e não tinha quem não gostasse dela. Eu morava fora, mas quando vinha pra Rio Preto eu ia pra casa dela e a gente saía junto e era muito legal a nossa amizade. Depois que ela se mudou pra São Paulo eu ia pra São Paulo e me hospedava na casa dela e assim foi a nossa amizade. Em 1987 ela batizou minha filha caçula. A gente era bem amiga, mas como ela cresceu muito profissionalmente, eu não conseguia mais acompanha-la”, lamenta Luca.

Ainda não informações sobre o velório e sepultamento.

Por Andressa ZAFALON