Agências de Rio Preto voltam a ter procura por viagens de fim de ano

Carla Stéfani Piloni_Arquivo PESSOAL

Com a pandemia dando sinais de que está chegando ao fim, os rio-pretenses já se organizam para curtirem as férias de fim de ano com viagens, sejam elas nacionais ou internacionais.

Até pouco tempo atrás, as viagens internacionais estavam zeradas, pois as fronteiras estavam fechadas, principalmente em relação ao Brasil. No entanto, este cenário já mudou e, atualmente, com a vacinação em massa, as fronteiras já estão abertas e liberando brasileiros para viagensa outros países.

Dhoje Interior
Carla Stéfani Piloni. Foto_Arquivo PESSOAL

Proprietária da Agência B95 Viagens, de Rio Preto, Carla Stéfani Piloni explicou à reportagem que o aumento, comparando 2020 com 2021 na procura e fechamento de pacotes de viagens, já está em quase 100%.

“Só com a notícia da vacinação é que as coisas começaram a melhorar e de forma gradativa, porém, em relação a 2019, também tivemos um crescimento entre 30% e 40% que eu acredito que seja porque todos estão muito cansados de ficar em casa e agora querem viajar, respirar novos ares”, ressalta.

Os destinos escolhidos vão desde Gramado, no frio, a Maceió, calor de 40 graus. “Com a pandemia, o perfil de clientes acabou mudando um pouco, pois com as fronteiras fechadas, e a baixa taxa de vacinação que estávamos, a solução era viajar pelo Brasil”, conta Carla.

Entre os lugares mais procurados estão as cidades do Nordeste, como Maceió, Natal, Porto Seguro, Porto de Galinhas e Recife. “O que facilita ainda mais é que, para estas cidades, Rio Preto já tem voos diretos”, frisa.

Para o final do ano, principalmente por conta do Natal, a empresária conta que o perfil já está mudando novamente. “Percebemos uma procura maior por Gramado, até por causa do ‘Natal Luz’ e também pelas viagens internacionais, como para Portugal e França”, acrescenta.

Segundo Carla, os clientes que estavam acostumados a viajarem pelo mundo foram obrigados a mudar as opções e, com isso, descobriram um Brasil que ainda não conheciam. “Quem fazia viagens para o exterior, como Estados Unidos e Europa, acabou optando por não esperar mais e viajar dentro do Brasil. Isso proporcionou que muitas pessoas descobrissem opções incríveis de norte a sul do Brasil”, destaca.

Para quem ainda não se programou ou não fechou nenhum pacote de viagem para o fim do ano, a hora é agora, de acordo com a empresária. “Este é um ótimo momento para começar a planejar e organizar a viagem de fim de ano. Garanto que existem viagens para todos os tipos de gostos e bolsos”, conclui Carla.

Sol Dourado. Foto_Arquivo PESSOAL

Este é o caso da Sol Dourado, de 52 anos, que não viaja há dois anos. “Sempre fiz viagens no final do ano para espairecer e começar o ano seguinte com as energias renovadas, no entanto, a pandemia me brecou por dois anos seguidos”.

Sol diz que só não planejou a viagem de 2021 ainda, porque estava receosa quanto ao fim da pandemia e abertura do turismo no Brasil. “Agora que eu vi que as coisas começaram a andar, vou me organizar para as festas de fim de ano, vou viajar com certeza. O destino ainda é incerto, porque estou pesquisando, mas estou entre Trindade e Maresias”, finaliza a rio-pretense.

Por Andressa ZAFALON