Agência de turismo é acusada de golpe de R$ 5 mil

Duas primas, uma farmacêutica de 32 anos, moradora no Loteamento Parque dos Pássaros, e uma comerciante, de 42, residente no Vivendas, acusam uma agência de turismo de Rio Preto de aplicar golpe de estelionato, que causou prejuízo de R$ 2,5 mil para cada uma.

Conforme registro policial desta segunda-feira, a mais jovem já havia utilizado os serviços da empresa em outras ocasiões e dessa vez contratou, juntamente com sua parente, viagem para Orlando, nos Estados Unidos.

Dhoje Interior

Na véspera do embarque, no dia 11 deste mês, as mulheres confirmaram as passagens e no dia 12, no guichê do aeroporto, descobriram que as viagens tinham sido canceladas, pois foram reservadas por meio de milhas, resgatadas na noite do dia 11.

As vítimas alegaram à polícia que não conseguem mais contato com o dono da agência, que não atende ligações telefônicas e nem responde a mensagens no whatsapp.

Polícia Civil deve abrir inquérito para investigar se outras pessoas foram lesadas pela mesma empresa.

Daniele JAMMAL