Acusado de matar mulher no Cidadania em Rio Preto é preso em Altair

Foto Divulgação

Policiais Civis da 3ª Delegacia de Homicídios da DEIC – Divisão Especializada de Investigações Criminais prenderam na tarde desta quinta-feira (25), no município de Altair, o homem suspeito de ter matado a dona de casa de 34 anos no dia 12 de fevereiro no Parque da Cidadania em Rio Preto.

Segundo informações da DEIC, ao tomar ciência do ocorrido os policiais civis iniciaram a apuração do crime. Durante as investigações, em  varredura nas imediações do local do óbito, a equipe encontrou câmeras de segurança que eventualmente registraram os fatos. Ao ver as imagens, a Polícia Civil visualizou quando a vítima caminhava em companhia do suspeito em determinado momento ela sentava na calçada.

Dhoje Interior

Em seguida o criminoso saca uma arma de fogo e dispara contra a cabeça da moça fugindo logo em seguida tomando rumo ignorado. O que chamou a atenção dos investigadores é que o autor tem dificuldade de locomoção, apresentando problemas ao pisar com a perna direita.

Ainda segundo a Polícia Civil, dando continuidade as investigações  a Equipe da 3ª Delegacia de Homicídios tomou conhecimento que o autor vulgo “Cleitinho”, já conhecido nos meios policiais por ter envolvimento com o crime. Ele foi vítima de tentativa de homicídio e recebeu um tiro no pé direito que lhe causou parte das lesões. Além disso, “Cleitinho”  foi vítima de acidente de moto, fatos que justificam suas dificuldades motoras.

O suspeito teria saído da cidade para escapar de ser preso pelo crime, acontece que o tio dele era procurado por tráfico de drogas e a Polícia Civil descobriu durante as investigações que ele foi se esconder na casa do tio. Na tarde desta quinta-feira os policiais foram até Altair e prenderam o suspeito do homicídio e o seu tio procurado. O acusado de homicídio foi  encaminhado para a carceragem da DEIC, na delegacia ele confessou a autoria do crime e permanecerá a disposição da justiça.

Janaína PEREIRA – Redação Jornal DHoje Interior