79% dos empresários da região esperam aumento no faturamento, diz pesquisa

O Lide Noroeste Paulista divulgou nesta segunda-feira (27) os resultados da 4ª Pesquisa de Clima Empresarial, realizada entre 30/08 e 15/09 e que contou com a participação de 86 empresários da região de Rio Preto. Um dos dados que mais chamou a atenção é que 79% disseram que terão um aumento na receita neste ano em relação a 2020. Na pesquisa feita em maio o índice era de 64,3%.

Ainda segundo os dados divulgados, 67,4% disseram que a situação atual dos negócios está melhor, a maior porcentagem constatada desde o início das pesquisas em setembro do ano passado. Para 34,8% as atividades empresariais deverão ser normalizadas em seis meses e 62,7% admitiram que irão fazer contratações, enquanto 3,4% disseram que farão demissões, o menor índice registrado.

Dhoje Interior

“A gente estimava que haveria um aumento da confiança dos empresários com o andamento da vacinação contra Covid-19. Um dos principais desafios eu acredito que os empresários terão agora é adequar os negócios com mais tecnologia, já que ela teve um papel vital durante a pandemia”, afirmou Marcos Scaldelai, presidente do Lide Noroeste Paulista.

Para os empresários, a educação e a infraestrutura são os dois setores que mais precisam melhorar na região.  Em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), 55,42% esperam um crescimento de 3% até o final deste ano. A porcentagem é mais baixa já relatada desde a primeira Pesquisa de Clima Empresarial. Em relação a 2022, 68,67% dos participantes creem que o PIB crescerá 3%.

A carga tributária e o cenário político foram eleitos os vilões do crescimento, com 30,5% dos empresários apontando os dois como principais impeditivos para as empresas crescerem. No caso do cenário político, ele é considerado o tema mais preocupante para o cenário econômico atual por 51,16% dos empresários.

“Isso é preocupante, pois conforme as eleições de 2022 forem se aproximando, mais agravante será o peso do cenário político para os empresários. Toda pesquisa presidencial que sair daqui para frente vai ter um impacto significativo. Quanto às reformas tributárias, elas não andaram da maneira que deveriam, com a pesquisa mostrando que apenas 10% dos empresários acreditando que ela ser feita neste ano”, comentou Scaldelai.

Os empresários ainda avaliaram os governos municipal, estadual e federal. No municipal, 61,63% consideram a administração ótima/boa, 31,68% regular e 13,86% ruim/péssima. Já o governo estadual foi avaliado como ótimo/bom por 37,21%, regular por 41,86% e ruim/péssimo por 20,93%. O governo federal foi considerado ótimo/bom por 29,41%, regular por 29,41% e ruim/péssimo por 41,17%.

Marcos Scaldelai, presidente do Lide Noroeste Paulista. Foto: Freddy Uehara

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior