Vasco e São Paulo duelam com objetivos opostos no Brasileirão

Divulgação

Pela 36ª rodada do Brasileirão, Vasco e São Paulo se enfrentam em São Januário, às 20h, com objetivos opostos nessa reta final de campeonato. O time carioca olha para a parte de baixo da tabela, lutando contra o rebaixamento. Já o time paulista, está de olho na parte de cima da classificação, mirando voltar ao G4 e conseguir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

O lado cruzmaltino

A situação do Gigante da Colina no Campeonato Brasileiro é delicada e pode ficar ainda mais complicada caso não consiga a vitória logo mais. Isso porque a equipe está na 15ª posição, com 39 pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento. As partidas recentes também não foram muito animadoras. Nos últimos três jogos foram duas derrotas e um empate. Em contrapartida, o torcedor do Vasco pode ficar alegre com o retorno do atacante Maxi López, que ficou fora dos últimos dois jogos por conta de uma lesão no pé.

O técnico Alberto Valentim comemorou o retorno do camisa 11, destacando sua experiência e tranquilidade que passa para os demais jogadores. O treinador também destacou a força do Tricolor Paulista e disse que o fator casa será fundamental para o Vasco conquistar os três pontos e respirar mo Brasileirão.

– Temos 90 minutos para ganhar o jogo sem perder o equilíbrio e sem desorganizar. A nossa proposta para amanhã é fazer um jogo equilibrado, e para ter uma atuação equilibrado você precisa manter o nível do primeiro ao último minuto. Precisamos ter tranquilidade. Os jogadores sabem que estão jogando bem, mas precisamos estar mais atentos. Temos do outro lado um adversário de qualidade e que também está em busca dos seus objetivos – declarou Valentim

A situação do Tricolor

O São Paulo chega para o confronto em situação mais tranquila e um momento melhor em relação ao time carioca. O Tricolor Paulista conquistou quatro pontos nos últimos dois jogos e teve bom desempenho nas partidas contra Grêmio e Cruzeiro. Com 62 pontos conquistados, o time busca voltar ao G4 para conquistar a vaga direta na fase de grupos da próxima Libertadores. Para isso, precisa vencer ou empatar logo mais.

– Felizmente vivemos um bom momento agora. Conseguimos a classificação, mas queremos o G4. Ano passado foi difícil, brigamos contra as últimas colocações e eu nem conseguia dormir direito. Estava preocupado. Mas sempre confiei que daríamos a volta por cima e as coisas iriam melhorar – revelou o zagueiro Arboleda.

Um ponto animador para o torcedor do São Paulo é o retrospecto da equipe jogando em São Januário. Desde 2005 que o time paulista não sabe o que é perder no “caldeirão” vascaíno. Nesse período foram oito confrontos, sendo quatro empates e quatro vitórias do Tricolor.

DA REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS