Vai lotar! Mirassol vende 4,9 mil ingressos para duelo contra o Timão

Torcida do Mirassol deve dividir o estádio com a torcida do Corinthians neste sábado, no Maião

Depois de um início tímido na veda de ingressos, a torcida do Corinthians deve comparecer em peso para o confronto contra o Mirassol, neste sábado (25), a partir das 19h30, no estádio José Maria de Campos, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Segundo a assessoria de imprensa do Leão, 4,9 mil ingressos já foram vendidos para a partida e ainda restam cerca de 7 mil bilhetes.

As vendas seguem neste sexta-feira (24), a partir das 9h e vai até às 21h, nas bilheterias do Maião e na Loja Leão Mania, anexo ao estádio. Também há bilhetes através do site www.mirassolfc.com.br, no link ingressos, onde a compra só pode ser feita com o cartão de crédito ou transferência on-line.

Para os setores verde e amarelo das cadeiras cobertas, o valor é de R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia). Já a torcida do Corinthians terá a disposição os setores amarelo e azul, da arquibancada descoberta, no valor de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). O único setor do estádio que será exclusivo para a torcida do Mirassol será o setor verde, onde os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

ORIENTAÇÃO

A Polícia Militar orienta aos torcedores a chegarem mais cedo ao estádio. A abertura dos portões está prevista para às 17h30. Está proibida a entrada de guarda-chuvas, bandeiras, mastros, bexigas, bebida alcoólica, garrafas de plástico ou de vidro, latas de fumaça, fogos de artifício, jornal, revista, instrumentos musicais e capacete. Portáteis com pilhas pequenas estão liberados.

Segundo o capitão Ubirajara Pisani Filho também estão proibidas camisas que identifiquem torcidas organizadas, conforme norma estadual. “Vamos contar com o apoio do policiamento montado da cidade de Ribeirão Preto e da Companhia de Ações Especiais de Polícia de São José do Rio Preto”, afirmou.

Para facilitar a locomoção dos torcedores, a partir das 16h de sábado, as principais vias em torno do estádio serão interditadas. “Informamos também que o torcedor que vier com seu veículo e for abordado por guardadores de carros, que exijam a cobrança de dinheiro, pode procurar um policial e fazer a denúncia”, concluiu o capitão.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS