USP: Projeto tem curso gratuito para 50 alunas do Ensino Fundamental

Inscrições para o Mergulho na Ciência USP começam nesta segunda (20) para estudantes de escolas públicas e particulares. Divulgação/Mergulho na Ciência USP
Entre 24 e 27 de julho, o Instituto Oceanográfico (IO), da Universidade de São Paulo (USP), sediará as atividades do curso gratuito Mergulho na Ciência USP, em período integral, para 50 alunas do Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares. A iniciativa abordará vários temas interessantes do universo científico, por meio de palestras, oficinas e aulas práticas com professoras e pesquisadoras da instituição.

O prazo para inscrições começa nesta segunda-feira (20) e vai até o dia 31 de maio. As interessadas devem se inscrever pelo site do projeto. Serão sorteadas 25 garotas de escolas públicas e 25 de instituições particulares.

Para as monitorias, serão sorteadas 15 graduandas. As candidatas que se cadastrarem receberão um e-mail de confirmação de inscrição. O próximo passo será aguardar o sorteio on-line, que ocorrerá em 5 de junho (com transmissão ao vivo pelo Instagram). Em caso de desistências, a segunda chamada será realizada em 12 de junho.

“A iniciativa foi criada para incentivar a inserção de meninas no ambiente acadêmico, com exemplos de pesquisadores atuantes em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, incentivar a alfabetização científica, encorajar e proporcionar a melhora da autoconfiança das garotas para que busquem diversos caminhos profissionais”, explica Camila Signori, docente do IO-USP e coordenadora do Mergulho na Ciência USP.

Critérios

Podem se inscrever alunas entre o 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, independentemente da idade. As estudantes devem estar matriculadas em escola da rede pública ou particular e precisam ter disponibilidade para participar dos quatro dias de evento, das 9h às 17h.

Para ser monitora, a candidata deve cursar graduação em universidade pública ou particular e ter disponibilidade de participar de todos os dias do evento. Vale destacar que as monitoras serão responsáveis por supervisionar e auxiliar as alunas, participar dos processos de ensino e aprendizagem, além de praticar habilidades de liderança.

Conteúdos

 

 

 

Os assuntos englobarão os seguintes temas na edição deste ano do Mergulho na Ciência USP:

– Astrobiologia
– Astronomia
– Educação
– Engenharia
– Farmacologia
– Física
– Microbiologia
– Neurociências
– Oceanografia
– Química
– Zoologia e Evolução

As organizadoras do curso informam que almoço e lanche estão incluídos na programação do evento. O transporte é de responsabilidade dos pais e responsáveis. Não haverá ajuda de custo para chegar ao local.

Além de cientistas da USP e da Universidade Federal do ABC, o curso conta com a participação do Comitê Organizador, composto por mulheres em vários níveis de formação, desde graduandas até pesquisadoras e funcionárias do IO-USP.

“Nossa equipe acredita no poder transformador da educação e na capacidade infinita de as meninas sonharem e realizarem seus sonhos. Também buscamos humanizar a figura de uma cientista, semear o conhecimento adquirido pelas participantes para os ambientes escolar e familiar, incentivar a participação de graduandas em projetos de cultura e extensão, além da prática da liderança”, acrescenta a professora Camila Signori.

Oportunidades

A última edição do projeto recebeu o nome de Meninas com Ciência USP 2018, também coordenado pela professora Camila Signori e a mesma equipe do Mergulho na Ciência USP. Quem se interessar em saber mais informações pode consultar as redes sociais da iniciativa: Facebook e Instagram. O e-mail do projeto é [email protected].

“A importância da ação é justamente a inclusão das mulheres em áreas da ciência, mostrar a nossa capacidade de que, sim, podemos ser cientistas e acabar com esse estereótipo de que ciência não é coisa de mulher, e sim para todos”, salienta Rebeca Bittencourt, de 14 anos, estudante da E.E. Fábio Eduardo Ramos Esquivel, de Diadema, que participou da edição de 2018.

Monitora no ano passado, Stephanie Saldanha, de 23 anos, destaca a relevância do projeto ao gerar oportunidade para as garotas. “A iniciativa estimulou a curiosidade e a fome de conhecimento das meninas, que viram assuntos dos quais nunca ouviram falar. Um mundo se abriu e novas oportunidades surgiram no horizonte. Elas entenderam como as diversas ciências estão constantemente presentes em nossas vidas, mesmo aquelas que, a princípio, não pareciam tão presentes”, enfatiza a graduanda em Oceanografia, do Instituto Oceanográfico da USP.

“A cada aula, eu me enchia de vontade de descobrir mais, e de coragem, por conhecer mulheres tão inteligentes e inspiradoras. Também percebi o quanto cada uma delas estava feliz por estar ali, fazendo a diferença na vida de mais de 50 meninas, que como eu, nunca se esquecerão dessa incrível experiência”, revela Leticia Neres Ribeiro Silva, aluna da Escola Sesi Educacional.

“Agora, sei que a ciência não se resume a justificar fenômenos ou provar teorias, ela é um mar cheio de dúvidas, no qual as mulheres e todas as pessoas precisam navegar para entenderem”, completa a jovem de 13 anos, participante da última edição.

serviço

Mergulho na Ciência USP
Vagas: para 50 alunas do Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares
Inscrições: de 20 a 31 de maio, no site do projeto
Atividades: entre 24 e 27 de julho

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS