Trump defende negociação sobre “sonhadores” após reabertura do governo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, convocou democratas e republicanos para sentarem “à mesa de negociação” com o objetivo de abordar o futuro dos 800 mil jovens sem documentação, conhecidos como “sonhadores”, depois que os dois partidos entraram em acordo sobre a reabertura do governo.

“Grande vitória para os republicanos”, disse Trump no Twitter, referindo-se à reabertura, nessa segunda-feira (22), após quase três dias de fechamento parcial do governo, forçado pela falta de fundos desde a meia-noite da última sexta-feira (19).

“O que eu quero agora é uma grande vitória para todos, incluindo republicanos, democratas e ‘sonhadores’, mas especialmente para as nossas forças militares e a segurança fronteiriça. Devemos poder fazê-lo. Nos vemos na mesa de negociação”, afirmou.

Os democratas concordaram ontem em permitir a reabertura do governo, ao autorizar o recebimento de novos fundos, mas somente até o dia 8 de fevereiro.

Deram, desse modo, seu braço a torcer após Trump ter advertido que não negociaria com eles até desbloquearem a situação.

Os dois partidos têm agora cerca de 17 dias para chegar a um acordo definitivo sobre as contas, se quiserem evitar um novo fechamento, mas os democratas puseram como condição a regularização dos 800 mil “sonhadores”.

 

Da Redação

Fonte: Agência Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS