Trio que furtou mais de 30 passageiros de ônibus é solto pela Justiça

As três mulheres presas durante uma investigação do GOE (Grupo de Operações Especiais) apontadas como autoras de ao menos 30 furtos em coletivos urbanos de Rio Preto foram liberadas pela justiça após a audiência de custódia, realizada na tarde de ontem (26), no Fórum central de Rio Preto.

A.L.S., de 29 anos, V.A.S., 36. e K. L. S, de 21, foram presas na tarde da última terça-feira (25), no ponto de ônibus do Mercadão, no Centro da cidade.

Segundo informações do delegado assistente da Seccional rio-pretense, Alexandre Del Nero Arid, durante 40 dias, os policiais (à paisana) intensificaram a investigação no interior do Terminal Rodoviário e se passaram por passageiros das linhas de ônibus que a quadrilha mais atuava.

Durante a ação, os investigadores entrevistaram vigilantes do local e também analisaram imagens de monitoramento. Os policiais também fizeram um levantamento do número de boletins de ocorrência sobre o assunto nos últimos seis meses e selecionaram 35 deles que continham as características das autoras.

Bolsas, carteiras e objetos pessoais, além de R$ 1, 8 mil em dinheiro furtados das vítimas, foram recuperados.

Por Karolina GRANCHI 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS