Trio é preso com maconha que seria entregue no CPP de Rio Preto

Durante patrulhamento pelo bairro Estância Verão na tarde de ontem (24) em Rio Preto, policiais do Baep abordaram uma mulher, de 31 anos que tentou fugir quando avistou a viatura policial.

Questionada, a mulher disse que fugiu sem motivos, mas acabou confessando armazenar drogas em sua casa. Após autorizar a entrada dos policiais na residência, a mulher disse que o marido recebia a quantia de R$300 por semana para guardar o entorpecente. Ela indicou o trabalho do companheiro e disse que a droga pertencia a um detento do Centro de Progressão Penitenciaria (CPP).

Quando chegaram até uma empresa no bairro Vila Toninho, conhecida por empregar detentos do CPP, os policiais questionaram o homem sobre a propriedade da droga, mas ele acabou negando. O outro suspeito, que também foi indicado pela mulher como o dono do entorpecente, estava na mesma empresa, mas negou a versão apresentada pela companheira do amigo.

Em revista, a polícia encontrou na mochila de um dos suspeitos, sete porções de maconha e plásticos para embalar a droga. Ainda com a ajuda do Canil, outras 41 porções da mesma droga foram encontradas no barracão, mas não foi possível identificar o responsável pelo entorpecente.

Todos foram conduzidos até a Central de Flagrantes e permanecem a disposição da Justiça.

Por JB

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS