Três cursos em Rio Preto atingem nota máxima no Enade

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou nesta terça-feira (20) os resultados do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), aplicados em 2019, antes da pandemia. Foram 59 cursos avaliados em oito instituições de Rio Preto, sendo que apenas três conseguiram atingir o conceito máximo.

O conceito Enade varia de 1 a 5 e é calculado com base no desempenho dos alunos na prova. No município, os cursos que conseguiram atingir a média 5 foram os de medicina e enfermagem, ambos da Famerp, e o curso de bacharelado de Educação Física da Unip. No Brasil foram avaliados 8.368 cursos e apenas 2% conseguiram a atingir a nota máxima.

Dhoje Interior

“Trabalhamos para oferecer uma estrutura com docentes altamente qualificados, laboratórios especializados e modernos, grade curricular atualizada, além de contarmos com um complexo de hospitais-escola, como Hospital de Base e Hospital da Criança e Maternidade, considerado um dos melhores do país. Na outra ponta, nossos alunos são dedicados e comprometidos”, afirmou o diretor geral da Famerp, Dulcimar Donizeti de Souza.

Além da Famerp e da Unip, as outras instituições avaliadas foram: Unirp, Unorp, Faceres, Unesp, Fatec e Unilago. Os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Educação Física, Enfermagem e Engenharia Civil foram os mais avaliados na cidade, constando em pelo menos quatro faculdades. Engenharia Elétrica na Unirp, Agronomia, Engenharia da Computação e Engenharia Química, todos da Unorp, tiveram as menores nota, atingindo o índice 1, o menor no conceito Enade.

O Enade é uma avaliação obrigatória aos alunos do último ano de cursos de graduação. O exame mede os aspectos da formação geral e específica dos estudantes. A cada três anos, é avaliado um grupo de cursos e, nesta última edição, foram graduações de 29 áreas.

Nota dos cursos avaliados em Rio Preto

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior