Trânsito e GCM fazem varredura para retirar animais de ruas e avenidas

Três cavalos foram apreendidos no primeiro dia de varredura na Região Norte rio-pretense

A Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança de Rio Preto, junto com a Guarda Civil Municipal (GCM), começou nesta segunda-feira (9), uma varredura para recolher animais de grande porte nas principais ruas e avenidas da Região Norte da cidade.

Só no ano passado, a prefeitura recebeu 155 chamados para que fossem retirados esses animais que ficam soltos na rua e que acabam colocando em risco motoristas, motociclistas e pedestres. Só no primeiro dia de varredura, três cavalos foram apreendidos.

Uma empresa foi contratada para atuar nesta ação junto com a GCM e os fiscais de postura. Eles irão fazer toda a varredura na Região Norte em busca desses animais. A região foi a primeira escolhida devido o número de acidentes e chamados.

Quem deixar o animal solto pelas ruas e avenidas terá que pagar uma multa de R$ 577,50, além de um valor diário de R$ 115,50 a ser pago no momento da retirada do bovino ou equino.

O animal pode ficar recolhido pelo prazo mínimo de sete dias. Passado os 30 dias, se o proprietário não for buscá-lo, ele poderá ser doado para uma instituição. Os donos devem procurar a Diretoria do Bem-estar Animal, que será responsável pelo registro da ocorrência, a notificação e a devolução.

A varredura será feita em toda a cidade, entretanto, os moradores que presenciarem situações de animais abandonados em vias públicas devem acionar a GCM por meio do telefone 153, informando o endereço e a quantidade de animais.

A guarda enviará uma equipe até o local para garantir a segurança no trânsito e irá acionar a empresa responsável pelo recolhimento do animal.

Já os proprietários que tiverem animais apreendidos, devem comparecer à Diretoria do Bem-estar Animal, que fica no mesmo endereço do Centro de Zoonoses, na avenida Projetada 2, número 1.721, no bairro Residencial Setsul, ou ligar para o número (17) 3231-6494.

Por Vinícius LOPES

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS