Traficante usava aplicativo para vender entorpecentes

Foto: Cláudio LAHOS

Policiais militares que faziam patrulhamento de rotina no Jardim Santo Antônio, na Região Norte de Rio Preto, surpreenderam três homens em atitude suspeita que ao verem a viatura, por volta das 13h50 desta quarta-feira, saíram correndo.

Um dos acusados, o cabeleireiro P.H.A.A., 18, morador no Nova Esperança, jogou uma sacola no chão, foi perseguido e detido.

Dhoje Interior

No acessório havia 11 porções de maconha. À PM, o acusado afirmou que usava o aplicativo do celular para receber encomendas de entorpecente.

Já no Plantão, ele negou a propriedade da droga e a traficância, mas teve a prisão mantida pelo delegado, sendo conduzido à carceragem da DIG/Deic, onde espera decisão da Justiça.

Daniele JAMMAL