Trabalhador rural que matou mulher em sítio de Populina é preso

Foi preso, na noite desta segunda-feira, o trabalhador rural Mateus Rogério Soares Santos, 36, que matou a mulher, a professora Anielli Geovana Sanches Foresto, 25, com um tiro na cabeça. O crime aconteceu neste domingo, em um sítio, no bairro Córrego da Madeira, em Populina.

A vítima foi encontrada morta na varanda da residência do casal. De acordo com a PM, antes de fugir em seu carro, Santos contou para um irmão que tinha atirado na esposa. O cunhado da vítima ligou no 190 e a guarnição foi até a propriedade rural, localizando a jovem morta.

Um cartucho de calibre 22 deflagrado foi achado perto do cadáver. Já outro projétil intacto estava em cima de uma cadeira.

O automóvel usado na fuga foi localizado abandonado em uma estrada vicinal de Turmalina.

Em depoimento no Plantão Policial de Fernandópolis, o acusado afirmou que a morte foi acidental. Santos deve aguardar julgamento na Cadeia de Guarani d´Oeste.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS