Tíquete avulso da Área Azul passa a ser vendido por agentes

A Prefeitura de Mirassol em reunião com a PGV Tecnologia da Informação, empresa prestadora do serviço de Área Azul, decidiu que desde ontem (15) as agentes do Waga estão autorizadas a vender o tíquete avulso do estacionamento rotativo.

A mudança atende um pedido da administração municipal tendo em vista as dificuldades encontradas por algumas pessoas que não dominam o uso do aplicativo. O pagamento do ticket avulso é aceito apenas no dinheiro. A PGV pede que os motoristas facilitem o troco.
A compra através de cartões digitais avulsos adquiridos no quiosque Waga, na sede da empresa, ou nos 20 pontos de venda no comércio local, e com agentes através de QR Code, bem como pelo aplicativo pagando com cartão de crédito ou débito, permanece.

Houve também o aumento de estabelecimentos credenciados. No último dia 11, o tempo de tolerância sem hora/crédito foi alterado e aumentou de três para seis minutos.
Se constatada pela fiscalização a não ativação do cartão digital, o motorista será notificado e deverá pagar a tarifa pós-paga no valor de 20 vezes o valor da hora, o que corresponde a R$ 40.

A regularização deve ser feita em 24 horas, no Posto de Atendimento, caso contrário as autoridades responsáveis efetuarão a multa diante dos termos das leis vigentes do Código de Trânsito Brasileiro.

A multa é grave e equivale a R$ 195,23, além de resultar em 5 pontos na CNH do motorista.

O período máximo de permanência na vaga é de 2 horas, custando o valor R$ 2 a hora. O Waga também permite a compra de hora fracionada em período de 30 minutos.
A Área Azul abrange 17 ruas, em dois quarteirões da área central da cidade. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados das 8h às 13h.

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS