REAJUSTE:Tarifa de água e esgoto tem reajuste de 6,94% em Rio Preto

No último levantamento do Instituto Trata Brasil, a autarquia aparece no Ranking do Saneamento Básico entre os Top 10. Rio Preto é a 9ª cidade com o melhor saneamento básico do país. Foto: Guilherme BATISTA

O Semae – Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto de Rio Preto acatou a decisão do Conselho Consultivo da autarquia e definiu, no dia de hoje, o reajuste da tarifa de água e esgoto em 6,94%. Com isso, a taxa residencial padrão de 15 m3 passa de R$ 54,90 para R$ 58,70, uma diferença de R$ 3,80. A tarifa social teve um reajuste de 4,66%, passando de R$ 19,00 para a R$ 19,80 para até 15 m3, uma diferença de R$ 0,80. A nova tarifa passa a vigorar a partir deste mês.

 Segundo o superintendente do Semae, Nicanor Batista Jr.,  os itens que mais contribuíram para a composição da nova tarifa foram o reajuste da energia elétrica, bem acima do IPCA e as despesas com encargos de servidores. O reajuste da tarifa de energia, um dos principais insumos do Semae, este ano foi de 8,85% para as operações com água e 11,53% para as operações com o esgoto. “Ainda assim, o índice de 6,94% é totalmente admissível. A tarifa do Semae continua abaixo da média dos prestadores de saneamento básico do Estado de São e do país.”

Divulgação SMCS

 Com o reajuste, a projeção de arrecadação para 2020 é de R$ 235.753.741,84. Esse valor garante a continuidade dos investimentos da autarquia e novas obras como o interceptor e elevatória na região da Floresta do Noroeste Paulista, a adutora de água na região Norte, o desassoreamento da Represa Municipal, reforma e ampliação da ETA – Estação de Tratamento de água, o interceptor na margem direita do rio Preto (região da Represa Municipal) e a urbanização, reservatório e obras complementares do pátio do poço profundo na região do Residencial Palestra. “O que está sendo proposto não é apenas o reajuste e sim um plano de ações factíveis e mensuráveis para atingir as metas da autarquia”, declarou Nicanor Batista.

 Além de apresentar uma das tarifas médias que está entre as mais baixas do país, o Semae é destaque pela qualidade e eficiência do seu serviço. No último levantamento do Instituto Trata Brasil, a autarquia aparece no Ranking do Saneamento Básico entre os Top 10. Rio Preto é a 9ª cidade com o melhor saneamento básico do país.  “Estar no topo dessa lista é muito mais que servir de exemplo para o Brasil. Na prática significa mais saúde, qualidade de vida e bem-estar para toda a população de Rio Preto. Significa também mais desenvolvimento para nossa cidade e região”, declarou o superintendente do Semae.

 Programa de Pagamento Incentivado

O prefeito Edinho Araújo autorizou, no dia de hoje, o encaminhamento para a Câmara Municipal do projeto de lei que institui o Programa de Pagamento Incentivado – PPI junto ao Semae, com início previsto para o dia 2 de setembro. Segundo o superintendente do Semae, Nicanor Batista, o programa visa dar oportunidades às pessoas que estão em débito com a autarquia. “O programa é voltado para os usuários que enfrentando dificuldades por causa da situação socioeconômica do país e queiram se livrar da execução judicial.”

 Pela proposta, o usuário com débito terá 100% de desconto de juros e multa para pagamento à vista no período de 2 de setembro a 31 de outubro de 2019. No período de 1 novembro a 6 dezembro, 70% de desconto de juros e multa para pagamento à vista. O débito também poderá ser dividido em até 12 (doze) parcelas mensais e consecutivas, com redução de 50% dos juros e multa de mora dos débitos, inclusive aqueles parcelados, reparcelados, rompidos ou não. Nestes casos, a primeira parcela terá como vencimento a data da realização do acordo e este somente poderá ser celebrado até 6 de dezembro de 2019, com parcela mínima não inferior a R$ 100,00.

 Poderão aderir ao PPI os usuários com débitos ajuizados ou não, vencidos até 31/3/2019. Débitos que estão parcelados e em dia. Contas de água e esgoto, multas, taxas de serviço e débitos referentes a parcelamentos cancelados.

Atualmente, a dívida do Semae é de R$ 160.009.574,15, de um total de 22.479 inadimplentes, que correspondem a 13,3% dos usuários da autarquia. ”O PPI é uma ótima oportunidade para o consumidor que teve algum problema no passado por suas contas em dia”, reforçou Nicanor Batista.

Fonte: Prefeitura de Rio Preto

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS