Suspeito de matar sargento da PM é preso pela DIG

Além da mulher do sargento aposentado da PM, Cícero de Carvalho, 52, assassinado em outubro do ano passado, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto prendeu um homem de 38 anos, apontado como comparsa no crime, que teria a esposa da vítima como mandante. Ela nega envolvimento no caso.

O acusado, cuja prisão temporária foi cumprida nesta terça-feira, alegou à polícia que receberia R$ 45 mil da suspeita para matar Carvalho, mas que a promessa não foi cumprida e que ela é quem cometeu o homicídio.

Dhoje Interior

Segundo o cúmplice, a acusada alegava sofrer violência doméstica. Como há contradições nos depoimentos, uma reconstituição do crime deve ser feita pela DIG.

Daniele JAMMAL