SuperHype: Puro+, mais qualidade de vida e mais sabor!

Sabia que é possível consumir quase um quilo de nutrientes em uma única garrafinha de suco? Você conhece a  diferença entre o produto feito em casa e o prensado a frio? Saiba tudo sobre a linha de bebidas na coluna de hoje!

A marca foi criada a partir da ação inovadora das empresárias Aline Girardi e Suzi Cocenza. Lançada em março deste ano, produz mais de 17 mil unidades por mês, que são distribuídas em diversos pontos de venda em São José do Rio Preto e também por meio de um clube de assinaturas. Esse, inclusive, é um diferencial.

Por ser um alimento líquido e com alto valor nutricional, o Puro+ pode servir como uma refeição. Cada garrafa de 380 ml contém cerca de 800 gramas de frutas, vegetais, hortaliças e ativos da Amazônia totalmente puros, oferecendo saciedade a quem consome. São sete sabores, pensados para momentos diferentes da rotina de homens e mulheres: redutor, estimulante, energia, revigorante, revitalizante, relaxante e para imunidade.

Segundo Aline Girardi, dependendo da composição, há indicações para o café-da-manhã, pré e pós-treino, para encerrar o dia e até para a libido. “Por exemplo, o funcho, o guaraná, o açaí e o hibisco estimulam os níveis de energia e melhoram o aporte de oxigenação do sangue. Já a pimenta murupi, é termogênica. Tem também uma opção à base de frutas, salsão, manjericão, cúrcuma, cardamomo e tanchagem. Esta última, era utilizada pelas nossas avós para chás que ajudavam a dormir”, conta.

Na prensagem a frio não acontece a oxidação provocada pelas lâminas de corte de um liquidificador comum. “A tecnologia de prensa hidráulica preserva os aminoácidos, minerais, enzimas, fitonutrientes e o sabor. Os sucos têm baixo teor calórico, não contêm água, açúcar, aditivos e conservantes; não são pasteurizados e não possuem ingredientes transgênicos”, explica Aline.

Bela Gil, chef de cozinha natural, escritora e apresentadora de TV, esteve na cidade a convite dos empresários. A especialista teve iniciação à alimentação macrobiótica ainda na infância, mas diz que é possível promover a desejada reeducação alimentar de um jeito simples já na vida adulta. “Nunca é tarde pra mudar. Há dois momentos convidativos: quando as pessoas adoecem, infelizmente, e quando se tornam pais, porque passam a olhar a alimentação de um jeito diferente. Mas, em os todos casos, de qualquer maneira, é preciso força de vontade”, diz.

De acordo com Bela, uma maneira de dar início a esse processo é realizando pequenos cortes em pequenos períodos. “Dez dias sem açúcar ou dez dias sem alimentos processados, e assim por diante”. Aliás, essa é uma dica especial da culinarista: “Desembalar menos e descascar mais faz com que a gente reduza o consumo de sódio e gorduras hidrogenadas”, pontua.

Informações:
No site www.puromais.com.br, além de informações sobre os sucos, você pode conferir os pontos de venda e baixar o e-book “7 dias de purificação”.

Por Thais Machado