SuperHype: Beetools usa inteligência artificial para ensinar inglês

Nos encontros individuais, o professor consegue trabalhar a dificuldade de cada um de forma personalizada. Já os exercícios são transformados em games, assim o aprendizado em casa se torna divertido e o índice de alunos que deixam de praticar é muito menor

Recente pesquisa da EF (Education First), empresa de educação internacional, avaliou o nível de conhecimento da língua estrangeira de 1,3 milhão de adultos de 88 países, onde esse não é o idioma materno. O Brasil caiu para a 53ª posição, o pior resultado dos últimos cinco anos.

Outro levantamento, este feito pela British Council, confirma que 85% da população brasileira não sabe se comunicar em inglês. Para piorar o quadro, muita gente costuma exagerar ao qualificar seu conhecimento no idioma na hora de preencher um currículo, por exemplo. Segundo a pesquisa, apenas 1% da população apresenta algum grau de fluência.

O país fica abaixo do Equador, Chile, Peru e México.

A falta dessa competência causa perdas em inovação, pesquisa, tecnologia, atualização e competitividade para as empresas. E de acordo com a GlobalEnglish, empresa especializada em fornecer soluções corporativas para o ensino de inglês, o grande problema apontado é o modelo de ensino baseado apenas na leitura, quando deveria também levar em consideração as habilidades de escuta, escrita e fala.

Nesse contexto, a Beetools nasceu com o propósito de revolucionar o ensino de idiomas através do uso da tecnologia, combinando ferramentas como realidade virtual, inteligência artificial, big data e gamificação com metodologias ativas de ensino, além de um professor presencial.

Guilherme Arf Torres, proprietário da unidade inaugurada nesta semana em São José do Rio Preto, explica que a Beetools está entre as 50 startups mundiais escolhidas pelo programa de aceleração da Singularity University — uma comunidade global de aprendizado e inovação que usa tecnologias exponenciais para enfrentar desafios.

“Estamos alinhados aos objetivos deste programa, pois podemos proporcionar o aprendizado de inglês para um maior número de pessoas, contando com as tecnologias mais inovadoras com um preço acessível”, conta Guilherme.

Na escola localizada no Shopping Iguatemi, os alunos podem optar por dois planos diferentes de assinatura (como Netflix e Spotify): Bee e Orange. No primeiro, o cliente tem dois encontros semanais, material didático incluso e horário flexível. “As aulas podem ser marcadas com até duas horas ou desmarcadas com quatro horas de antecedência pelo aplicativo”, explica o empresário.

No outro plano, as aulas são ilimitadas, é possível desmarcar as aulas com duas horas de antecedência e ainda há descontos em estabelecimentos parceiros. “Nos dois casos oferecemos as ‘Beetoolcoins’, moedas virtuais que os alunos ganham a medida que fazem os exercícios e podem trocar por brindes ou aulas”, acrescenta.

E com as ferramentas oferecidas, aluno e professor acompanham o desempenho dentro e fora da sala de aula. “Quando você pratica o inglês em casa com o app, a inteligência artificial não está somente dando um feedback imediato da sua pronúncia, mas também está fornecendo esses dados para o professor. Além disso, todos os dados do desempenho dos alunos estão sendo analisados de forma conjunta (Big Data), o que nos possibilita entender melhor a jornada de aprendizado e otimizar o curso constantemente com base nestes dados”, completa Torres.

Informações
Beetools São José do Rio Preto
Shopping Iguatemi – piso superior
Telefone: (17) 3308-9490

A realidade virtual está presente em todas as aulas da escola que já atendeu mais de três mil alunos. De acordo com os especialistas, a imersão estimula a memória de longo prazo, enquanto a repetição apenas a de curto prazo
Na Beetools você se inscreve pelo aplicativo, escolhe a unidade, faz pagamentos, agenda aulas, faz seu homework e ainda acompanha o seu desempenho ao aprender inglês. Tudo na palma da mão

Inserida em um sistema de franquias, dentro de um projeto inédito de educação no Brasil e no mundo, a Beetools é pioneira no mercado de realidade virtual no país. Criada em 2015, a escola não cobra taxa de matrícula ou assinatura de contrato. Outro diferencial é o material 100% digital e conteúdo sempre atualizado

Por: Thaís Machado

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS