Sindicato de Autoescolas querem volta das aulas práticas e teóricas

Desde o início da quarentena não há mais provas práticas no Jardim Caparroz

Os Centros de Formação de Condutores de todo o Estado querem voltar às suas atividades, em especial no que diz respeito às aulas práticas e teóricas, e este será um dos temas abordados em reunião que acontece neste sábado (6), na cidade de São Paulo, entre representantes do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e do Sindicato de Autoescolas do Estado de São Paulo.

Segundo Márcio Junio Rodrigues, diretor de ensino da CFC Rio Preto, nesta reunião o pedido principal é a possibilidade da volta das aulas práticas e teóricas, que foram suspensas no início da quarentena, em 23 de março. Ele afirma que todos têm como dar a segurança necessária para os alunos, tanto nas aulas práticas quanto nas teóricas. Neste segundo caso ele salienta que a proposta é a diminuição do número de alunos por sala. “As minhas salas de aula comportam 30 alunos. Poderíamos fazer com metade desse número”, salientou Rodrigues.

Dhoje Interior

Nesta semana, por meio das novas normativas feitas pela Prefeitura de Rio Preto, os CFCs (Centro de Formação de Condutores) puderam voltar a abrir suas portas, conforme o horário do alvará de funcionamento. Porém, Rodrigues afirma que apenas podem fazer a matrícula ou tirar dúvidas de alunos, isso porque o sistema digital que é controlado pelo Detran não está disponível.

Retomada – de forma mais concreta, existem conversas avançadas que dão conta que, na próxima semana, o Detran volte a funcionar em todo o Estado e inicie a liberação de dois serviços: Renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o curso de Reciclagem de Motoristas. Os espaços físicos estariam sendo adaptados para voltarem a receber de forma segura e regrada, conforme as orientações da área da saúde.

Rio Preto – A cidade tem, ao todo, 27 CFCs, dos quais dois oferecem o curso teórico, aulas com o simulador, reciclagem e de renovação de CNH. Destes dois, um deles também ministra as aulas práticas, com os veículos automotores, junto com os outros 25 CFCs (autoescolas).

Por Sergio SAMPAIO – Redação Jornal DHoje Interior