Shopping do HB terá mini-lockdown de sexta a domingo

Shopping do HB pode funcionar de segunda a quinta _Sérgio SAMPAIO_DHojeinterior

O shopping do HB, que fica nas proximidades do ambulatório do Hospital de Base, também terá seu horário de funcionamento alterado pelo mini-lockdown implementado em Rio Preto no último sábado (20).

Diferente do comércio em rua, shoppings e serviços não essenciais que estão proibidos de abrir de domingo à terça-feira – o Shopping do HB terá seu mini-lockdown de sexta a domingo. O local vai funcionar com atendimento ao público de segunda a quinta-feira das 8 às 14 horas, podendo também atender por seis horas consecutivas.

Dhoje Interior

Os comerciantes do local têm que seguir as determinações de prevenção ao Covid-19, dentre elas que cada um deles deverá limitar suas atividades dentro do próprio box e outra que ficou proibida que a colocação de bancos, mesas e cadeiras na área externa comum do Shopping e consequentemente a proibição de servir refeições durante este período de restrições impostas para conter a proliferação da doença.

O controle para evitar aglomerações e a manutenção do espaço, que deve estar limpo e higienizado, fica a cargo dos permissionários. Também ficará sob responsabilidade deles a proibição da colocação de mercadorias, estandes, quiosques, balões, extensões, bancas, tablados, palcos, mobílias ou exercer qualquer outro tipo de ocupação.

Todos os boxes em atividade no Shopping HB deverão:

  • fornecer álcool em gel para uso de permissionários, auxiliares e clientes;
    • manter a utilização de máscaras de proteção por permissionários, auxiliares e clientes;
    • manter em rigoroso estado de limpeza todas as superfícies de toque, tais como vitrines, balcões e utensílios utilizados;
    • manter o controle de distanciamento entre clientes, evitando a formação de filas.

O acesso de pessoas ao interior do Shopping HB é realizado por meio de um único portão de entrada e saída e ficará a cargo dos permissionários a temperatura aferida de todos antes de entrarem no local.

Controle – O local pode ter apenas 20% da sua capacidade de atendimento utilizada, com isso será feito o controle de acesso com a destruição de senhas numeradas, que serão entregues aos clientes no momento da entrada e entregues na saída.

Fica por responsabilidade dos permissionários evitar aglomerações e orientar que todos os clientes que estejam no local mantenham o distanciamento regular de 1,5 m.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior