Setor varejo é o que mais oferece vagas para jovens entre 14 e 24 anos

Ter a consciência de que está na hora de entrar para o mercado de trabalho mesmo na juventude. É uma decisão difícil para alguns adolescentes que ficam na dúvida sobre começar ou esperar para iniciar seu primeiro emprego. Um levantamento feito pelo CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola, mostra que cerca de 30 mil jovens foram contratados pelo setor varejista em 2019.

Segundo a supervisora do CIEE de Rio Preto, Daniela Sandrini, em 2019, foram 168 jovens contratados no comércio e varejo.

Dhoje Interior

Ela diz que o varejo detém uma parcela significativa no mercado local.
“Além destas empresas buscarem capacitar esta nova frente de trabalho, ganha o jovem e a empresa”, contou a coordenadora.

Maria Eduarda Caldeira Viana da Silva, 18 anos, contou que fez o cadastro no CIEE e depois de quatro meses conseguiu uma vaga com Jovem Aprendiz no setor de Relações Humanas no Leroy Merlin.

“Está sendo muito boa a experiência. Gosto bastante daqui, estou aqui há um mês. Faço de tudo um pouco, crachá, tiro xerox de algumas coisas. São basicamente essas minhas funções”, frisou.

Dos 30 mil jovens contratados pelo setor varejista, ao menos 95% têm entre 14 e 24 anos, o que representa 63% da taxa de desempregados, segundo o Instituto Brasileiro Geográfico e Estatística (IBGE).

A entidade ainda apontou que, desse total, 19.155 eram aprendizes e 10.571 estagiários. As mulheres representam 52,5% dos jovens contratados pelo setor e ao menos 14% estagiários atuam na gestão administrativa ou contabilidade. Já 90% dos aprendizes são responsáveis pelo reposicionamento de mercadoria, atendimento ao público e operação dos caixas.

O superintendente nacional de atendimento do CIEE, Luiz Gustavo Coppola, explicou que o setor varejista representa uma importante parcela da economia brasileira e a oportunidade para os jovens. “Significa formação de mão de obra qualificada. Trata-se de investimento em longo prazo do setor”, salientou.

Perfil do Jovem Aprendiz
O programa Jovem Aprendiz é baseado na Lei da Aprendizagem (10.097/2000). É uma medida pública ao combate da evasão escolar e o trabalho infantil. Jovens de 14 a 24 anos incompletos podem participar.
O programa de estágio é voltado para estudantes a partir de 16 anos, que devem estar regularmente matriculados em uma instituição de ensino.

 

Por Luciano RAMOS