Setor sucroenergético cobra aprovação urgente das medidas emergenciais para evitar colapso

O deputado estadual Itamar Borges (MDB), que preside a Frente Parlamentar do Agronegócio Paulista, encaminhou ofício ao Governo de São Paulo solicitando ações para estimular o consumo interno do combustível Etanol pelo Estado.

O documento foi feito em conjunto com o Fórum Paulista do Agronegócio e entidade do setor sucroenergético. Dentre os pedidos eles querem a equiparação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da gasolina aos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, tendo como objetivo ampliar a competitividade do etanol e fortalecer o crédito presumido para as empresas paulistas. “Estas ações pretendem estimular o consumo interno deste combustível limpo, não fóssil, contribuindo com a limpeza do ar que é um importante aliado no combate ao novo coronavírus, além de favorecer a sustentabilidade, geração de empregos e a indústria brasileira”, salientou o parlamentar.

Dhoje Interior

No estado de São Paulo, são cerca de 160 usinas e destilarias, 14 mil fornecedores de cana-de-açúcar, num total de 900 mil empregos diretos e indiretos, em quase 470 cidades paulistas, segundo a UNICA. Desde o início da pandemia, o preço do petróleo caiu 40%, para abaixo de US$ 30 o barril. Isso derrubou o preço da gasolina que, por consequência, afeta diretamente o etanol.

“O etanol é um dos produtos mais impactados pela crise do coronavírus e o setor clama por socorro e aprovação de medidas emergenciais para garantir o funcionamento de toda uma cadeia produtiva”, afirma o deputado Itamar. “O setor sucroenergético é muito importante para a economia do país. É uma tecnologia brasileira, referência no mundo todo, por ser uma energia renovável, menos agressiva ao meio ambiente. Por isso, precisamos garantir mais competitividade para o etanol perante a gasolina, especialmente neste momento”, finalizou.

Da REDAÇÃO