Sessões da Câmara estão suspensas até 15 de abril

A Mesa Diretora da Câmara de Rio Preto decidiu por ratificar diversas medidas e apresentar novas para conter o contágio do coronavírus (Covid-19).

Os vereadores optaram pela suspensão das sessões ordinárias até 15 de abril, deixando a possibilidade se for necessário da convocação de sessões extraordinárias.

Dhoje Interior

Dos 17 vereadores, seis estão enquadrados na população de risco caso contraiam o Covid-19, além de alguns servidores e comissionados que trabalham na Câmara.

Neste ato definiu-se também que os servidores e comissionados da Câmara com mais de 60 anos serão dispensados para trabalhar em home office. Para os servidores de carreira que sejam gestantes, lactantes com filhos até 180 dias e dos que estão no grupo de risco ou seja pessoas com doenças respiratórias crônicas ou que reduzam a imunidade, eles estão dispensados para atuar também com home office sem perdas dos seus vencimentos.

Os estagiários e servidores que não se enquadram nas exceções deveram ficaram dispensados até também o dia 15 de abril e poderão ser convocados a qualquer comento para atividades da Casa que necessitem da sua participação.

Os gabinetes dos vereadores poderão continuar funcionando, mas tendo apenas um assessor por gabinete e sem a possibilidade de atendimento ao público.

A proibição da entrada para visitação e circulação de público em geral continua, ficando a dependência restrita a servidores, funcionários, assessores, vereadores e fornecedores.

Outras medidas tomadas até o momento pela Câmara:
Sem digital – os funcionários estão dispensados de registrar a entrada e saída no cartão de ponto seguindo orientação.

Sem eventos – sessões solenes, audiências públicas, reuniões, solenidade e outros eventos suspensos.

Prazos – Os prazos de tramitação de proposituras e comissões de vereadores ficam suspensos.

Projetos – ficam suspensos os protocolos de projetos, com exceção por parte do poder executivo em caso de urgência.

Por Sérgio SAMPAIO