Sesc Rio Preto recebe Circuito Indie Festival 2018 a partir desta quinta, dia 3

O Sesc Rio Preto recebe a partir desta quinta, dia 3, até o dia 31, o Circuito Indie Festival 2018, mostra que traz uma seleção de filmes de diferentes países, temáticas e estéticas que foram exibidos no Indie Festival 2017. O festival busca discutir o que é o conceito de cinema independente no cenário internacional, exibindo títulos recentes e também filmes que contribuíram para criar e consolidar o conceito de produção cinematográfica independente na história do cinema.

 A circulação busca favorecer a pluralidade de olhares, narrativas e percepções que caracteriza o cinema independente. Entre as produções que serão exibidas, estão trabalhos de quatro diretoras que se destacaram com seus filmes no circuito internacional, conforme observa a curadora do Indie Festival, Francesca Azzi.

 A cineasta portuguesa Teresa Villaverde, com seu filme “Colo”, mostra o esfacelamento familiar causado pela crise econômica em Portugal, impressionando o público do Festival de Berlim. A francesa Léonor Serraille arremata o prêmio Caméra d’Or no Festival de Cannes com sua estreia, em que apresenta uma densa e irônica visão sobre uma “Jovem Mulher” em Paris.

A alemã Nele Wohlatz se junta a uma produtora argentina e sensibiliza o público do Festival de Roterdã com a história de uma imigrante chinesa. A alemã Valeska Grisebach, em seu terceiro longa, explora de forma poderosa as intrincadas relações políticas atuais em “Western”, sendo aplaudida por críticos e curadores do Festival de Cannes.

 O Circuito Indie Festival ainda traz em sua programação dois filmes clássicos restaurados em digital, entre outras obras. Um deles, “Mulholland Dive: Cidade dos Sonhos”, de David Lynch, com Naomi Whatts e Laura Herring, abre a mostra nesta quinta, às 20h.

 Toda a programação é gratuita. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência. Confira abaixo a programação completa.   

CIRCUITO INDIE FESTIVAL

Seleção especial do cinema independente internacional com filmes premiados, novos diretores que se destacaram na cena contemporânea e filmes clássicos fundamentais para a história do cinema. De 3/5 a 31/5.

EXIBIÇÃO
MULHOLLAND DRIVE: CIDADE DOS SONHOS

Direção: David Lynch. Estados Unidos: 2001, 147 min.
Quando a morena Rita, machucada e amnésica, encontra Barbie Betty, a loira aspirante a atriz, ambas iniciam uma jornada em busca da verdade por trás da identidade de Rita. Ao longo de Mulholland Drive, nada é o que parece. Ambientada no universo irreal de Los Angeles, David Lynch explora a natureza esquizofrênica da cidade numa mistura desconfortável de inocência e corrupção, amor e solidão, beleza e depravação. Lynch constrói habilmente um enigma hipnotizante, impulsionando-nos através de um misterioso labirinto de experiências sensuais até alcançarmos o cruzamento onde sonhos e pesadelos se encontram.

Dia 3, quinta, 20h às 22h30.
Teatro. 232 lugares. Grátis.

Link do trailer: 
https://www.youtube.com/watch?v=Yv_-bgMecqk

WESTERN
Direção: Valeska Grisebach. Alemanha/Bulgária/Áustria: 2017, 119 min.
Um grupo de operários alemães vai trabalhar em uma construção na fronteira entre a Bulgária e a Grécia. Esta terra estrangeira e sua bela paisagem despertam o espírito de aventura dos homens, porém, eles precisam encarar seus próprios preconceitos e desconfianças devido à barreira do idioma e as diferenças culturais. O cenário torna-se rapidamente propício ao confronto quando eles começam a competir pelo reconhecimento e favorecimento dos habitantes locais.
Dia 10, quinta, 20h às 22h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=p8f8zHDwv_c&t=22s

A BELA DA TARDE
Direção: Luis Buñuel. França: 1967, 100 min.
A bela e jovem dona de casa Severine Serizy (Catherine Deneuve) não consegue conciliar suas fantasias masoquistas com a vida cotidiana ao lado do zeloso marido Pierre. Quando seu amigo Henri menciona um secreto bordel de classe alta, dirigido por Madame Anais, Severine decide visitá-lo e, eventualmente, passa a trabalhar lá durante o dia sob o nome de Bela da Tarde. Porém, quando um de seus clientes se torna possessivo, ela precisa tentar voltar à sua vida normal.
Dia 12, sábado, 16h às 18h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=iqxvxJuAVtU

COLO
Direção:Teresa Villaverde. Portugal/França: 2017, 136 min.
Em Portugal, a rotina diária de pai, mãe e filha é absorvida pelos efeitos da crise econômica. A mãe se desdobra em dois empregos para pagar as contas, pois seu marido está desempregado. A filha adolescente guarda seus próprios segredos e tenta manter sua rotina diária apesar da falta de dinheiro. Para escapar dessa realidade comum, eles se tornam, lentamente, estranhos uns aos outros, enquanto a tensão se transforma em silêncio e culpa.
Dia 16, quarta, 20h às 22h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=CQJoNtSPhbY

O DIA MAIS FELIZ DA VIDA DE OLLI MÄKI
Direção: Juho Kuosmanen. Finlândia/Alemanha/Suécia: 2016, 96 min.
No verão de 1962, Olli Mäki tem a chance de disputar o título mundial de boxe na categoria peso pena. Em todos os lugares da Finlândia as pessoas torcem para o seu sucesso. A única coisa que Mäki precisa fazer é perder peso e se concentrar. Mas há apenas um problema: Olli está perdidamente apaixonado por Raija.
Dia 17, quinta, 20h às 22h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=9dKF0eL0V8o

JOVEM MULHER
Direção: Léonor Serraille. França: 2017, 97 min.
Sem dinheiro, dona apenas de um gato e com todas as portas batendo na sua cara, Paula retorna à Paris após uma longa ausência. Repentinamente abandonada pelo namorado, sua odisseia durante o dia e a noite está apenas começando: uma jornada para redescobrir a integridade de sua alma e sua independência. Ela só tem certeza de uma coisa: está determinada a recomeçar novamente e o fará com estilo e carisma.
Dia 23, quarta, 20h às 22h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=9gcWDpixXu0

NA PRAIA À NOITE SOZINHA
Direção: Hong Sang-soo. Coréia do Sul: 2017, 101 min.
Após ter um relacionamento com um homem casado, a famosa atriz coreana Younghee resolve dar um tempo e viaja para a cidade de Hamburgo, na Alemanha. Lá, em uma conversa com uma amiga, ela se pergunta se o amante a seguirá ou se ele sente sua falta tanto quanto ela. Ao retornar à Coreia, reencontra alguns velhos amigos. Younghee provoca, insulta e irrita os amigos. As conversas entre eles ficam cada vez mais fora de controle, revelando descobertas e verdades. Em seguida, ela se retira para uma praia deserta. Qual é a importância do amor na vida de alguém? Younghee quer saber.
Dia 26, sábado, 16h às 18h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?v=wInt5WGIlGQ

A VIDA APÓS A VIDA
Direção: Zhang Hanyi. China: 2016, 80 min.
Poucos moradores ainda vivem na pequena província chinesa de Shanxi, muitos se mudaram ou morreram, muitas casas abandonadas desabaram e alguns fantasmas voltaram. O espírito de Xiuying vagou por mais de uma década e retornou à aldeia através do corpo do filho, Leilei. Através da visão do passado de Xiuying vemos o que restou no presente, as pessoas, a reencarnação. Zhang Hanyi, em seu primeiro filme, capta o espectro entre a vida e o esquecimento.
Dia 31, quinta, 16h às 18h.
Teatro. 232 lugares. Grátis.
Link do trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=2sxFh83Nxz4

 

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS