Serviço de referência em Síndrome Gripal começa a funcionar neste sábado em Olímpia

Os moradores com sintomas leves de gripes, resfriados e possíveis sinais de Covid-19 agora terão um local especializado para buscar orientações e atendimento em Olímpia. Isso porque começa a operar neste sábado (1), o Serviço de Referência em Síndrome Gripal, conhecido como “Gripário” que funcionará no prédio recém-entregue da unidade de Saúde da Mulher, ao lado do Postão.

O local está sendo ativado emergencialmente para oferecer um suporte a mais no atendimento de pacientes sintomáticos, considerando a mudança nos protocolos de saúde e o crescente número de casos registrados nas últimas semanas no município, o que possibilitará a ampliação da avaliação e testagem de moradores, bem como o monitoramento do contágio na cidade.

Dhoje Interior

Com o novo equipamento, a intenção é de que os moradores com sintomas leves, como estado febril, tosse e dor de garganta, não se desloquem à UPA, mas sim, diretamente ao atendimento de Síndrome Gripal, diminuindo o fluxo da unidade 24 horas, que é um local de grande exposição e atende todos os tipos de urgências e emergências. Na UPA, também estão sendo tratados casos mais graves como de pacientes que apresentam dificuldades respiratórias ou fatores de risco associados como asma, obesidade, hipertensão, diabetes ou doenças crônicas, sendo encaminhados para internação em caso de necessidade.

Para a operacionalização do atendimento de síndrome gripal, foram convocados 25 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, habilitados por meio de Processo Seletivo Simplificado para atuação exclusiva no enfrentamento da Covid e que estão aptos a avaliar os pacientes e indicar a testagem seja por teste rápido ou RT-PCR com coleta de swab naso-orofaringe (exame do cotonete), de acordo com o período necessário para a detecção correta da Covid.

O serviço gratuito funcionará todos os dias, incluindo finais de semana, das 7h às 19h. O prédio recebeu mobília, equipamentos adequados e testes para atender a população. Além disso, uma empresa especializada em sanitização fará a limpeza e desinfecção frequente do espaço para minimizar o risco de contaminação.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior