Senai-SP oferece 80 mil bolsas de estudo para cursos de qualificação profissional

Inscrições já estão abertas em todas as regiões do estado de São Paulo. Para participar é necessário que o candidato tenha no mínimo 16 anos.

O Senai-SP está com inscrições abertas para 80 mil bolsas de estudo em todas as regiões do estado de São Paulo. São mais de 250 cursos de qualificação profissional para quem está em busca de emprego ou que pensa em abrir o próprio negócio, abrangendo 19 áreas tecnológicas: Alimentos, Automação, Automotiva, Construção, Couro e Calçados, Educação, Eletroeletrônica, Energia, Gestão, Gráfica e Editorial, Joalheria, Logística, Madeira e Mobiliário,Metalmecânica, Papel e Celulose, Plásticos, Refrigeração, Saúde e Segurança e Tecnologia da Informação.


O programa tem como objetivo contribuir para a geração de emprego e de renda a partir da qualificação profissional e inclui, além da formação presencial, um módulo online de empreendedorismo que capacitará o aluno para iniciar o seu próprio negócio, podendo participar do processo candidatos que tenham no mínimo 16 anos. Todas as informações do processo de seleção estão no site https://80mil.sp.senai.br.


Vale lembrar que a manifestação do interesse não garante o acesso à vaga. Os candidatos serão aprovados após avaliação dos pré-requisitos, que variam de acordo com o curso. Não há quantidade máxima de cursos que um candidato poderá fazer, porém não é permitido cursar mais de um curso ao mesmo tempo. Ou seja, para ingressar em um novo curso gratuito, o candidato deverá ter concluído o curso em andamento.


A oferta de cursos pode ser atualizada diariamente e o candidato deve acompanhar o site da campanha para ter ciência das alterações.


Caso o número de inscritos supere o total de vagas do curso escolhido, haverá classificação com base nos seguintes itens:


Emprego – terão prioridade os candidatos desempregados.


Escolaridade – terá prioridade quem cursou, no máximo, o ensino médio. A ordem de critério adotada para o caso de empate é ter concluído o ensino médio, seguido de quem está cursando o ensino médio, até chegar à escolaridade mínima prevista como requisito para fazer o curso.


Renda – terão prioridade os candidatos de menor renda per capita. A renda per capta é calculada a partir do rendimento e do número de pessoas que moram com o candidato e deve ser inferior a 1,5 salário mínimo federal.


Se o empate persistir, mesmo após a aplicação desses critérios, terá prioridade à vaga o candidato mais jovem.


Para mais informações, acesse: https://80mil.sp.senai.br

Para saber quais cursos estão disponíveis no seu município ou cidade próxima basta acessar o site. (https://80mil.sp.senai.br).

Da REDAÇÃO

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS